• Fortaleza de Sagres | Foto Vanda Oliveira

    Fortaleza de Sagres | Foto Vanda Oliveira

  • Fortaleza de Sagres

    Fortaleza de Sagres

  • Fortaleza de Sagres | Foto: Vasco Celio

    Fortaleza de Sagres | Foto: Vasco Celio

  • Fortaleza de Sagres

    Fortaleza de Sagres

  • Ruínas Romanas de Milreu | Foto Adriana Nogueira

    Ruínas Romanas de Milreu | Foto Adriana Nogueira

  • Mosaico das Ruínas Romanas de Milreu

    Mosaico das Ruínas Romanas de Milreu

  • Casa Rural de Milreu

    Casa Rural de Milreu

  • Ruínas Romanas de Milreu

    Ruínas Romanas de Milreu

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe - Foto: Vanda Oliveira

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe - Foto: Vanda Oliveira

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe | Foto Lenea Andrade

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe | Foto Lenea Andrade

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Património Cultural Imaterial Portal Cultura Portugal

 “O Homem do Fogo” apresentado em S. Brás de Alportel este sábado à noite

A apresentação ao ar livre do espetáculo “O Homem do Fogo”, vencedor do projeto-piloto “Não Brinques com o Fogo”, promovido pela AGIF- Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais e pelo Ministério da Cultura, através da Direção Regional de Cultura do Algarve, terá lugar no próximo sábado, dia 26 de setembro, pelas 21h30, no Jardim da Verbena, em São Brás de Alportel.

O projeto-piloto “Não Brinques com o Fogo” pretendeu ensaiar uma abordagem inovadora com o objetivo de veicular mensagens-chave sobre comportamentos de risco a alterar face aos incêndios rurais, promovendo a mudança de atitudes através da sensibilização das populações sobre a valorização da floresta e da conservação da natureza e as boas práticas na utilização do fogo para a gestão da vegetação e do território.
 

Sinopse do espetáculo

“O Homem do Fogo” é um espectáculo multidisciplinar que recorre à animação com areia, música e palavra para transmitir uma mensagem de prevenção e cuidado para com as pessoas e as florestas. Criado a partir de um conto tradicional chinês, esta história transporta-nos para o princípio dos tempos, quando o tempo ainda não era tempo, quando o Homem foi criado e o fogo foi descoberto.
 

Ficha Técnica e Artística
Encenação: Lília Parreira - TEAS13 – Grupo de Teatro Experimental Amador de São Brás de Alportel
Animação de areia: Pilar Puyana
Música: Banda Filarmónica de São Brás de Alportel (ACREMS)
Criação Dramática e Narração: Fernando Guerreiro (Micro Contos)

A organização é da ARCA – Associação Recreativa e Cultura do Algarve, ACREMS – Associação Cultural Recreativa Escola de Música Sambrazense, Junta de Freguesia de São Brás de Alportel com o apoio do Município de São Brás de Alportel.

Entrada Gratuita | Reserva obrigatória na Galeria Municipal de São Brás de Alportel a partir do dia 23 de setembro, pelo e-mail cultura@cm-sbras.pt ou do telefone da Galeria Municipal: 289 840 211.

 

22 de setembro

Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural

visita Ruínas Romanas de Milreu

A Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira, vai estar este sábado, 26 de setembro, pelas 18h30, nas Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, a visitar as obras de recuperação da Casa Rural, recentemente concluídas, e os mosaicos romanos que vão integrar a nova empreitada de reabilitação do monumento. A visita ao monumento será acompanhada pela Diretora Regional de Cultura do Algarve, Adriana Nogueira.

A Casa Rural de Milreu, cujas obras de reabilitação e manutenção ficaram concluídas em junho deste ano, é um dos mais interessantes exemplos da arquitetura tradicional algarvia, com pequenas torres cilíndricas adossadas aos quatro cantos do edifício. Os trabalhos incluíram a recuperação dos revestimentos exteriores, garantindo a sua impermeabilização, nomeadamente rebocos, caixilharias de portas e janelas, reparação do telhado e ainda execução de uma caleira para desvio de águas pluviais das ruínas arqueológicas, reforçando a solidez e capacidade de resistência da Casa Rural.

A empreitada de “Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu - Fase B”, prevista para estar concluída em 2021, prevê trabalhos a realizar numa extensa parte dos compartimentos da villa que estão decorados com mosaicos maioritariamente polícromos, com decoração geométrica, vegetalista e figurativa. Por vezes, revestem os panos internos dos tanques, decorados com peixes que se encontram desenhados propositadamente deformados, para que na água simulem movimento. No total pretende-se recuperar 22 painéis de mosaicos, com dimensões variadas.

As Ruínas Romanas de Milreu, afetas à Direcão Regional de Cultura do Algarve, são Monumento Nacional desde 1910, ano do primeiro diploma da República Portuguesa versando a proteção do Património Cultural.

Milreu é uma villa rustica construída na época do imperador romano Cláudio, século I d.C., destinada à produção agrícola de vinha e olival e produção de vinho e azeite.

Milreu acompanha a História da região, pois a sua ocupação abrange o período romano até aos finais do século IV, o período islâmico, a fase de formação do Reino de Portugal no Sul, e finalmente, a construção da Casa Rural, nos finais do século XV.

Destaca-se ainda o conjunto de pavimentos e paredes revestidas com belos mosaicos romanos decorados com temas marinhos, em consequência da remodelação arquitetónica realizada no século IV d.C.

As Ruínas Romanas de Milreu estão identificadas como Nível 1 de Prioridade de investimento Regional do Algarve.

O Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu (ALG-04-2114-FEDER-000010), no valor total de 529 870,00€, foi aprovado pela Comissão Diretiva do CRESC Algarve 2020 em 21/12/2016.

 

Atividades económicas na área da cultura: extensão suplementar das moratórias de crédito bancário, até  30 de setembro de 2021

 

A Direcão Regional de Cultura do Algarve informa que o Governo aprovou uma extensão suplementar das moratórias de crédito bancário até ao dia 30 de setembro de 2021, através do Decreto-Lei n.º 78-A/2020, de 29 de setembro, na qual estão abrangidas atividades económicas na área da cultura.

Destacam-se os seguintes aspetos:

  • As entidades beneficiárias que, no dia 1 de outubro de 2020, se encontrem abrangidas pelas moratórias beneficiam automaticamente desta prorrogação de 6 meses (de 31 de março de 2021 até 30 de setembro de 2021).
  • Entidades beneficiárias inseridas em setores particularmente afetados pela pandemia, nomeadamente que exerçam determinadas atividades económicas, a título principal, na área da cultura, beneficiam:
  1. Da suspensão do pagamento, quer do capital em dívida, quer dos juros, comissões e outros encargos;
  1. De uma extensão automática da maturidade dos créditos, pelo prazo de 12 meses, que acresce ao período em que os créditos foram diferidos por efeito da moratória.
  • As atividades económicas na área da cultura abrangidas por estas condições especiais são as seguintes:
     
    • CAE 46492 - Comércio por grosso de livros, revistas e jornais;
    • CAE 47610 - Comércio a retalho de livros, em estabelecimentos especializados;
    •  CAE 47620 - Comércio a retalho de jornais, revistas e artigos de papelaria, em estabelecimentos especializados;
    • CAE 47630 - Comércio a retalho de discos, CD, DVD, cassetes e similares, em estabelecimentos especializados;
    • CAE 581 - Edição de livros, de jornais e de outras publicações;
    • CAE 59 - Atividades cinematográficas, de vídeo, de produção de programas de televisão, de gravação de som e de edição de música;
    • CAE 60 - Atividades de rádio e de televisão;
    • CAE 639 - Outras atividades dos serviços de informação;
    • CAE 731 - Publicidade;
    • CAE 90 - Atividades de teatro, de música, de dança e outras atividades artísticas e literárias;
    • CAE 91 - Atividades das bibliotecas, arquivos, museus e outras atividades culturais;
    • CAE 93 - Atividades desportivas, de diversão e recreativas;
    • CAE 94991 - Associações culturais e recreativas.

 

Consulte o Decreto-Lei n.º 78-A/2020

DiVaM continuar a levar cultura aos Monumentos do Algarve

A Fortaleza de Sagres, as Ruínas Romanas de Milreu e os Monumentos Megalíticos de Alcalar são os monumentos do Algarve que recebem nos dias 9 a 11 de outubro as iniciativas do Programa Cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos. A edição deste ano do DiVaM tem como tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”.

O projeto NOVA Escola de Sagres está de regresso à Fortaleza de Sagres, no dia 9 de outubro, naquela que será a sua IV edição. Este é um projeto promovido pelo Centro Ciência Viva de Lagos, que reúne na Fortaleza de Sagres um conjunto de atividades e ateliers de caráter tecnológico, científico, cultural e social, que terão como fio condutor uma narrativa sobre acontecimentos históricos referente ao tempo da escravatura desde a época dos “Descobrimentos”, até aos dias de hoje, onde a cor da pele e questões culturais são fator de discriminação.

Aos ateliers “Construir uma caravela”, “Mapas”, “Mapa interativo”, “As coleções” de areias e de especiarias, “Realidade Virtual”, “Robótica e Programação” que fazem as maravilhas de crianças e de adultos, somam-se este ano duas novas atividades: o “Mural da Cor da pele”, no qual os intervenientes poderão participar com um mosaico que represente a cor da sua pele e onde se espera que o resultado final evidencie o património genético e cultural, enriquecedor da espécie humana; e o “Globo da Igualdade”, onde todos os participantes serão convidados a deixar a sua mensagem de esperança e de propagação dos direitos fundamentais do homem.

O projeto direcionado para a comunidade escolar é aberto à participação de famílias e público em geral durante a tarde (das 14h30 às 17h30), mediante inscrição obrigatória:

fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

 

A iniciativa “Tal como as pedras…Todos somos iguais na diferença – Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação, os desafios para uma nova era”, a ter lugar nos Monumentos Megalíticos de Alcalar, concelho de Portimão, inicialmente prevista para dia 3 de outubro, foi reagendada para o próximo sábado (10 de outubro), das 10h00 às 12h30. Os jovens que habitam próximo deste monumento são convidados a fazerem uma reflexão sobre os conceitos suscitados na Carta dos Direitos Humanos, redigida em 1948, e que sabemos serem hoje parte de um “tecido fino” e que por vezes parece prestes a rasgar-se, a desmoronar-se e a desaparecer. Após um momento de reflexão sobre os temas expostos, os participantes serão convidados a realizar um registo gráfico e visual, sob a forma de frases, de poemas e desenhos. A proposta será concretizada sob a orientação da artista plástica Isabel Macieira e traduzir-se-á num trabalho coletivo do tipo “mural.

O Projeto é da Associação Partilha Alternativa com o apoio do Museu Municipal de Portimão. As inscrições são obrigatórias através de oficinaeducativa@cm-portimao.pt.

 

As Ruínas Romanas de Milreu acolhem a instalação “Gavetas” que inaugura no dia 10 de outubro, pelas 16 horas, e ficará até ao final do mês. A ideia para o projeto “Gavetas”, promovido pela Associação Amarelarte - Associação Cultural e Recreativa, surgiu a partir da perceção das dificuldades burocráticas e sistemáticas identificadas no trabalho artístico com escolas e outras instituições. Considerando que tudo, mesmo as pessoas, estão “arrumadas em gavetas”, com etiquetas e uma vez arrumadas (as coisas, os assuntos, as pessoas) e etiquetadas, existe uma dificuldade enorme de sair dessas gavetas de novo, de desarrumá-las, para as reorganizar de uma forma diferente, talvez mais interessante, criativa, inovadora ou às vezes apenas mais lógica.

O conceito e acompanhamento artístico são de Nicole Lissy, com o artista convidado Gonçalo Rodrigues e a especialista em Direitos Humanos Laure De Witte. A iniciativa conta com a participação de professores e alunos do Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa.

Inscrições através de: milreu@cultalg.gov.pt

 

 

No dia 11 de Outubro, pelas 17 horas, na Fortaleza de Sagres, será apresentado o projeto “Debaixo do Mesmo Sol”. Esta é uma performance em estreia, a acontecer na rosa dos ventos da Fortaleza de Sagres, em que participam várias pessoas da comunidade algarvia de diferentes nacionalidades. A base fundamental é o elogio à diversidade. Inspirada também no trabalho de Yvonne Rainer nos anos 70, e nos primeiros movimentos de democratização da dança, em que corpos simplesmente atravessam o palco caminhando, em que cada corpo fala por si, este é também um convite à contemplação da paisagem humana, numa paisagem natural e num espaço patrimonial. A “rosa dos ventos” pode simbolizar a forma perfeita do círculo que representa a Terra e o Sol que ilumina a todos sem distinção. A grande dimensão deste círculo, perante os pontos ínfimos que os corpos representam ao longe, no espaço dentro do círculo, faz também refletir sobre o quanto somos uma poeira na imensidão da natureza e reduz a nada as diferenças que existem entre cada um de nós.

Projeto promovido pela Corpo de Hoje Associação Cultural, conta com a conceção e direção artística de Ana Borges e a direção técnica de José Fernando Almeida.

Inscrições através de fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

6 de outubro

“Dias d`As Virgens Negras” na Ermida de Guadalupe com

performance noturna e exposição

As propostas culturais do DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve – para os dias 23 e 25 de outubro são uma palestra do Ciclo “Amatores In Situ – O Mundo Antigo visto por quem o ama”, em Milreu, e os “Dias d’As Virgens Negras” que inclui uma performance noturna e uma exposição na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, em Vila do Bispo.


O Ciclo “Amatores In Situ – O Mundo Antigo visto por quem o ama” regressa ao espaço das Ruínas Romanas de Milreu para mais uma palestra, no dia 23 de outubro, pelas 17 horas. Esta tem como título “Os escudos de Aquiles. Cruzamentos entre a antiguidade e narrativas visuais” e será proferida por Pedro Moura.

Na sua palestra Pedro Moura, crítico e investigador académico de banda desenhada, falará sobre esta actividade que é uma linguagem moderna, ainda que empregue estratégias visuais que têm alguns pontos originários em vários momentos da história ocidental (e não só). Por outro lado, enquanto território artístico variado, quer na sua vertente popular quer nas suas prestações mais eruditas, a Antiguidade sempre esteve presente como modelo, fonte ou inspiração para a sua produção. Numa apresentação informal e descontraída, Pedro Moura mostrará como muitos dos temas, textos e imaginários associados a essa categoria historiográfica estão ainda vivos nesta outra disciplina artística.

Amatores in Situ é um projeto promovido pela Cívis – Associação para o desenvolvimento da cidadania e conta com o apoio da Universidade do Algarve. Inscrições através de: milreu@cultalg.gov.pt ou 962 045 652

A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe acolhe, nos dias 23 e 25 de outubro, a III edição do “Dias d`As Virgens Negras - Ciclo de Artes plásticas e Música histórica”. A iniciativa inclui a Terra Nullius - Performance noturna com desenhos a carvão na noite e será apresentada na sexta feira, dia 23 de outubro, pelas 19h30. A performance é coordenada por Ana Celorico Machado e tem a participação de Susana de Medeiros. As artistas irão usar os materiais /resíduos /carvão/ pó para trabalharem em superfícies de papel ou outras, ao som de uma instalação sonora criada para o efeito, por Carlos Norton, que invoca a noite e a natureza.

No domingo, dia 25 de outubro, pelas 16 horas, será inaugurada a Exposição Terra Nullius que apresenta ao público os desenhos realizados durante a performance noturna.

O projeto é promovido pelo O Corvo e a Raposa Associação Cultural Cultural.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve tem este ano o tema Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”.

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

20 de outubro

Encontro Virtual de Inovação Aberta e Colaborativa - 28 de outubro

No próximo dia 28 de outubro de 2020 terá lugar o Encontro Virtual de Inovação Aberta e Colaborativa de base Artística e Cultural, organizado por Andalucía Emprende, Fundación Pública Andaluza, no âmbito do programa Magalhães - ICC, do qual a Direção Regional de Cultura do Algarve é parceiro.

O Encontro Virtual de Inovação Aberta e Colaborativa de base Artística e Cultural foi definido como uma estratégia ou ferramenta de intervenção artística em contextos não artísticos, promovendo a integração de artistas e criadores em empresas e organizações para trabalhar de maneira conjunta sobre desafios inovadores. O conceito de inovação aberta propõe uma nova estratégia de inovação mediante a qual as empresas vão além dos seus limites e cooperam com organizações ou profissionais externos.

No contexto de incerteza atual e das restrições sanitarias impostas face à Covid-19 tornou-se necessária a reinvenção das atividades propostas no âmbito do projeto Europeu Magalhães - ICC para o ano de 2020. Para tal foi decidido realizar um encontro virtual de Inovação Aberta em que todos os participantes são recebidos num ambiente on-line que convida à reflexão e ao trabalho em grupo para o desenvolvimento dos objetivos previamente definidos.

A crise gerada pela pandemia de Covid-19 expôs os setores económicos mais vulneráveis, entre os quais se encontra o setor cultural que, com o encerramento de museus, galerias de arte, teatros, cinemas, centros culturais, bibliotecas, deixou numa situação muito precária todos os membros do setor. É por isso que, decididamente, se deve apostar de maneira firme na cultura como um setor gerador de riqueza, emprego, inovação e criatividade, levando a cabo ações que valorizem as suas atividades e que suscitem uma reativação da sua atividade económica. É por esta razão que a Andalucía Emprende organizou, com o apoio do Projeto Europeu Magalhães, um Encontro Virtual de Inovação Aberta e Colaborativa de base Artística e Cultural.

Este encontro virtual será desenvolvido em torno de três mesas de debate centradas em três setores:

a.- Artes Visuais
b.- Artes Cénicas
c.- Setor Audiovisual


 
Em cada uma das mesas haverá 2 entidades líderes ou pessoas de referência em cada um dos setores, um dinamizador/a e um mentor de Inovação, que é comum nas três mesas de trabalho, e que são os seguintes:

 Mesa de debate 1: setor estratégico 'Artes Visuais'

                Participantes:

  • Ana Matos, Curadora e Diretora artística da Galeria das Salgadeiras (2003) em Lisboa, Portugal.
  • Simon Zabell (Málaga 1970), artista plástico e professor de escultura na Universidad de Granada. Realizou exposições em CAC, Málaga; Museu ABC, Madrid, CAAC... Recebeu vários prémios, entre os quais a Bolsa de Estudos Leonardo, da Fundação BBVA e o Prémio à atividade artística pela Junta de Andaluzía
  • 1 dinamizadora: Esther Fernández
  • 1 mentor de Inovação: Iván Aguilera.
  • Até 50 empresas da rede


 Mesa de debate 2: setores estratégicos 'Artes Cénicas'

                Participantes:

  • Juan Carlos Moya, Responsável artístico e Coordenador do Centro de Arte Tomás y Valiente (CEART), Fuenlabrada, Madrid.
  • Mario Suárez, Diretor artístico de MULAFEST (Festival de Arte Urbana de Madrid), diretor de Gunter Gallery (galeria on-line), comissário de 'Ilustradores Españoles' e de 'Archipaper. Dibujos desde el plano'
  • 1 dinamizadora: Iván Aguilera
  • 1 mentor de Inovação: Iván Aguilera
  • Até 50 empresas da rede


Mesa de debate 3: setores estratégicos 'Setor Audiovisual'

                Participantes:

  • Gervasio Iglesias, Produtor de cinema. Diretor e produtor executivo de La Zanfoña. Filmes: La Isla Mínima, Grupo 7, El hombre de las mil caras.
  • Laura Hoffman, Guionista, documentalista e produtora de Summer Films. Festivais: Festival de Sevilla y Huelva, Alcances, IberoDocs, Cine Español de Edimburgo, SEMINCI
  • 1 dinamizadora: Laura Rettschlag              
  • 1 mentor de Inovação: Iván Aguilera
  • Hasta 50 empresas da rede


Horario: De 10:00 a 13:00

Modalidade: On-line


Inscrições em:  https://forms.gle/nUuv95xeuxSwTqhUA

Este encontro foi cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional FEDER através do Programa Interreg V-A España-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Mais Informação

27 de outubro

Adiado: IN CINEMA - Integração, Indiscriminização e Inclusão e Nelson Conceição & Convidados

 
A Direção Regional de Cultura do Algarve informa que as iniciativas do DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve - agendadas para os dia 31 de outubro e 1 de novembro foram adiadas.
 
O projeto IN CINEMA - Integração, Indiscriminização e Inclusão realizar-se-á no próximo dia 14 de novembro, pelas 16h00, na Fortaleza de Sagres. Os interessados devem inscrever-se pelo e-mail: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

A data de realização do espetáculo de Nelson Conceição & Convidados será anunciada oportunamente.

Pedimos desculpas pelos incómodos causados.

 

 27 de outubro

DiVaM na Fortaleza de Sagres e Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

Nos dias 7 e 8 de Novembro, a Fortaleza de Sagres e a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe são os monumentos do Algarve que recebem as iniciativas do DiVaM. Oficina de azulejaria criativa, dança, poesia, desenho, música e a participação num vídeo promocional do Promontório de Sagres para a Marca do Património Europeu são as propostas para mais um fim de semana cultural.

A primeira oficina de azulejaria criativa acontece no dia 7 de novembro, na Fortaleza de Sagres, integrada no CIVITAS – Direitos Humanos, um projeto da Vicentina - Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste. Durante as oficinas de azulejaria criativa, a realizar na sala multiusos da Fortaleza de Sagres, nos dias 7, 14 e 21 de novembro (10h às 12h30 e das 14h às 17h), será pintado um painel de azulejos com a orientação de Sílvia Serina, artesã e professora de Azulejaria Tradicional Portuguesa, que terá o nome de CIVITAS - Direitos Humanos.

A iniciativa contará com a participação do Centro Europe Direct/CCDR Algarve que dinamizará sessões sobre o tema, com o objetivo de promover uma reflexão acerca da temática dos Direitos Humanos, a fim de virem a ser definidos e criados os conteúdos que virão a fazer parte do painel. O painel de azulejos CIVITAS – Direitos Humanos será apresentado publicamente em data e local a anunciar em breve.

O programa é aberto à participação do público em geral, senda partir dos 12 anos de idade. Será dada preferência a participantes com residência no concelho de Vila do Bispo, e preferencialmente, com alguma experiência e/ou gosto áreas das Artes Visuais, designadamente pintura e/ou ilustração.

A participação será limitada a 12 participantes. Inscrições abertas até ao dia 2 de novembro através do link https://cutt.ly/jggIDbp ou telefone 282 680 120

No domingo, dia 8 de novembro, às 11h00, também na Fortaleza de Sagres, terá lugar o Laboratório de Dança e Desenho Rosa-dos-Ventos com Albina Petrolati, Leonor Morais & Convidados. Este laboratório incidirá sobre a problemática dos Direitos Humanos e da Aceitação e Não Descriminação, usando o vento como ponto de partida físico e simbólico para conhecer outros povos, viajando através da música, da dança, do desenho e da palavra.

Durante a realização desta iniciativa serão captadas imagens para a edição de um vídeo promocional do Promontório de Sagres para a Marca do Património Europeu.

A Marca do Património Europeu é uma iniciativa do Parlamento Europeu e do Conselho da União Europeia que tem como principal objectivo reforçar o sentimento de pertença à União Europeia por parte dos seus cidadãos, em especial dos jovens, com base nos valores e elementos comuns da história e do património cultural, valorizar a diversidade nacional e regional e incrementar o diálogo intercultural

A organização é da Tertúlia Associação Sócio-Cultural de Aljezur. Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

 

A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe acolhe no domingo, pelas 16h00, o espetáculo “Som, Palavra, Desenho”, que junta a visão de quatro artistas residentes no Algarve, dois músicos, uma actriz e um artista plástico, sobre a igualdade de género e os direitos humanos. O projecto surgiu a partir da música para trombone e piano de autores do período romântico e do séc. XX, que servem de base de inspiração para a criação artística de Timo Dillner, para a escolha de textos da Rita Rodrigues e para o recital de trombone e piano por Vera Batista e Francisco Serôdio.

O projeto é da Associação do Grupo Coral de Lagos. Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve - tem este ano como tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” e está disponível em http://www.cultalg.pt/

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

As iniciativas agendadas para os dias 31 de outubro e 1 de novembro foram adiadas. O projeto IN CINEMA - Integração, Indiscriminização e Inclusão realizar-se-á no próximo dia 14 de novembro, pelas 16h00, na Fortaleza de Sagres. Os interessados devem inscrever-se pelo e-mail: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140. A data de realização do espetáculo de Nelson Conceição & Convidados será anunciada oportunamente.

29 de outubro

DiVaM com Cinema e Música na Fortaleza de Sagres

A Fortaleza de Sagres acolhe no próximo fim de semana mais duas iniciativas no âmbito do DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve. No sábado realiza-se o projeto IN CINEMA - Integração, Indiscriminização e Inclusão e no domingo há música com Rouge, um duo de acordeão e saxofone.

O Projeto IN Cinema Integração, Indiscriminação e Inclusão, promovido pelo Cineclube de Faro, apresenta os filmes Surfavela, de Joaquim Pinto e Nuno Leonel (1996), Rebirth, de Laura Basil Duncan (2019) e The Endless Summer, de Bruce Brown (1965). A escolha destes filmes relaciona-se com o tema do DiVaM deste ano “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” e de como o cinema pode ser uma ferramenta para dirimir alguns estigmas e barreiras que as sociedades – que se pretendem justas abertas, fraternas, livres e solidárias – enfrentam, através de três ideias fundamentais: Integração, Indiscriminação e Inclusão

A exibição dos filmes no auditório da Fortaleza de Sagres realiza-se no dia 14 de novembro, às 16h00, e conta com a presença de convidados de associações ligadas ao surf.

O projeto Rouge é apresentado no dia 15 de novembro, também no auditório da Fortaleza de Sagres, às 17h00, com o duo Mário Marques (Saxofone) e Gonçalo Pescada (acordeão). Este projeto surge como um verdadeiro tributo aos mestres Astor Piazzolla e Richard Galliano pelo contributo inolvidável que deram à História da Música Universal. A mescla de “Novo Tango” com a “Nova Musette”, onde a abordagem aos fundamentos rítmicos do fraseado em jazz e a improvisação aparecem como elementos inovadores, mas ao mesmo tempo, também de escrita musical fidedigna às ideias originais dos compositores.

A iniciativa é da Associação de Acordeão do Algarve.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

Consulte o programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve -

 

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

9 de novembro

Atividades do Projeto de Cacela-a-Velha
 

Este ano, as actividades do projeto de investigação “Muçulmanos e Cristãos em Cacela Medieval: território e identidades em mudança” foram alteradas. A escavação arqueológica de verão foi cancelada, as equipas reorganizaram-se e este tempo foi empregue em tarefas diversificadas.

Assim, na tranquilidade das instalações da Biblioteca da Universidade do Algarve, investigadores de antropologia analisaram esqueletos provenientes da necrópole cristã de Cacela.

Já no Laboratório de Arqueologia da mesma universidade, foi ensaiado o desenho arqueológico de peças metálicas encontradas nas escavações arqueológicas com a colaboração de um aluno da Faculdade de Belas Artes (Lisboa).

A equipa do município de Vila Real de Santo António começou a dar forma ao Sistema de Informação Arqueológica de Cacela-a-Velha, criando a base de dados de registo das cerâmicas, cuja coleção atinge perto de 15.000 fragmentos.

Nesta dinâmica, foi também ensaiada a base de dados de Antropologia, com a sistematização de toda a informação bio-arqueológica da necrópole de Cacela-a-Velha, no âmbito de um trabalho final de seminário de investigação do curso de Património Cultural e Arqueologia da Universidade do Algarve.

Mais tarde, houve oportunidade para regressar ao campo, em articulação com o município de Vila Real de Santo António e a Guarda Nacional Republicana, para desenvolver a limpeza do sítio arqueológico e fazer o levantamento 3D.

Foi um tempo muito útil de organização, de análise do espólio arqueológico inédito de Cacela Velha e dar continuidade aos vários trabalhos académicos e investigação científica em curso.

Espera-se em 2021 regressar de novo ao terreno para continuar os trabalhos arqueológicos e de salvaguarda do Património Cultural.

10 de novembro

Horário dos Monumentos nos dias 21 e 22 de novembro

A Direcção Regional de Cultura do Algave informa que nos dias 21 e 22 de novembro o horário de abertura da  Fortaleza de Sagres, Ermida de Guadalupe e Ruínas Romanas de Milreu é das 10:00h às 13:00h (em atualização face à legislação vigente).

19 de novembro

Consolidação da arriba da Fortaleza de Sagres

A obra da empreitada de consolidação da arriba da Fortaleza de Sagres, Vila do Bispo, da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente I.P., já começou. Os trabalhos vão prolongar-se durante três meses e tem como objetivo a estabilização de um bloco rochoso localizado na arriba contígua ao Baluarte de Santa Bárbara, a poente do monumento.

A Direção Regional de Cultura do Algarve, gestora do monumento, alertou a Agência Portuguesa do Ambiente I.P, para a necessidade urgente desta obra, de modo a salvaguardar a integridade do local e dos visitantes.

A Fortaleza de Sagres está classificada como monumento nacional desde 1910 e é o monumento do Algarve que regista o maior número de visitantes, tendo em 2019 recebido quase meio milhão, 85 por cento deles estrangeiros. Este é um local de grande simbolismo nacional, com ocupação deste a antiguidade e o local onde o Infante D. Henrique viveu e morreu.

O Promontório de Sagres onde está construída a Fortaleza é uma imponente plataforma de calcários compactos do Jurássico que se adentra no Oceano em arribas verticais de 40 metros de altura, estando por isso muito exposto à erosão e às alterações climáticas.

A empreitada está a ser executada pela empresa Geocontrole, Geotecnia e Estruturas de Fundação.

20 de novembro

Programa de Apoio ao Empreendedorismo Criativo 2021 com candidaturas até dia 8 de janeiro de 2021

No âmbito do projeto Magallanes_ICC, co-financiado pelo Interreg - POCTEP, o ArteriaLab da Universidade de Évora irá apoiar até dez projetos na área das indústrias culturais e criativas.

O Programa de Apoio ao Empreendedorismo Criativo tem como objetivo captar ideias no setor cultural e criativo, com vista ao desenvolvimento de protótipos e provas de conceito que permitam aos empreendedores selecionados testar as suas propostas de produto ou serviço, contribuindo para o desenvolvimento dos respetivos planos de negócios.

Podem candidatar-se ao programa empreendedores maiores de 18 anos, individualmente ou em equipas, bem como empresas e associações com até cinco anos de formação e sediadas nas regiões do Alentejo, Algarve e Andaluzia.

Promontório de Sagres Celebra 5.º Aniversário da atribuição
da Marca do Património Europeu

No dia que se celebra o 5.º aniversário da atribuição da Marca do Património Europeu ao Promontório de Sagres, dia 2 de dezembro, a Fortaleza de Sagres acolhe, pelas 11h00, o Laboratório de Dança e Desenho “Rosa-dos-Ventos” com Albina Petrolati, Leonor Morais & Convidados. Durante a realização desta iniciativa serão captadas imagens para a edição de um vídeo promocional do Promontório de Sagres distinguido com a Marca do Património Europeu.

A Marca do Património Europeu é uma iniciativa do Parlamento Europeu e do Conselho da União Europeia que tem como principal objectivo reforçar o sentimento de pertença à União Europeia por parte dos seus cidadãos, em especial dos jovens, com base nos valores e elementos comuns da história e do património cultural, valorizar a diversidade nacional e regional e incrementar o diálogo intercultural.

27 de novembro

DiVaM ensina aos mais novos o que é ser arqueólogo

O DiVaM prossegue durante a próxima semana com mais iniciativas nos monumentos do Algarve. As Ruínas Romanas de Milreu são palco dos projetos Vamos dar "Voz à Cidadania "e "Arqueólogo por um dia!", a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe recebe um recital de canto e piano e a Fortaleza de Sagres acolhe o projeto "Música em Voz – Francisca e Vibrafone".

O projeto Vamos dar "Voz à Cidadania" irá decorrer nas Ruínas Romanas de Milreu, nos dias 3 e 10 de dezembro, com início às 11 horas. Esta é uma iniciativa promovida pela Associação Internacional de Paremiologia, realizada em parceria com a ASMAL – Associação de Saúde Mental do Algarve, onde se pretende explorar a Carta dos Direitos Humanos, associando às manifestações de vivências e experiências de vida da cultura popular, através dos provérbios. Os trabalhos serão posteriormente expostos nas Ruínas Romanas de Milreu. Projeto desenvolvido por Rui Soares e Marinela Soares.

 

Devido à previsão de chuva para o próximo sábado, dia 5 de dezembo, o projeto "Arqueólogo por um dia!", a ter lugar nas Ruínas Romanas de Milreu, foi adiado para domingo, dia 6. Este terá duas sessões, direcionadas para crianças entre os 9 e 14 anos de idade. As sessões estão agendadas para as 10h30 e 15 horas, com a duração de 90 minutos cada. Os participantes poderão experienciar as diversas fases de uma escavação arqueológica, desde a montagem das quadrículas, escavação, recolha de materiais, lavagem e desenho, após uma breve apresentação sobre esta profissão. Cada criança deve estar acompanhada por um adulto, sendo a atividade limitada a 5 crianças por sessão. Projeto promovido por Lais de Guia – Associação Cultural do Património Marítimo

Inscrição obrigatória através de milreu@cultalg.gov.pt ou tef. 289 045 652

 

A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe acolhe na próxima sexta feira, dia 4 de dezembro, pelas 16 horas, o projeto "Ciclo Artis XXI – Músicas do Mundo", um recital de canto (Michele Tomaz) e piano (Jeferson Mello). O projeto apresenta obras de importantes compositores conhecidos internacionalmente, que se debruçaram sobre a questão da recolha e organização do rico legado musical de diferentes culturas, passando pela já conhecida canção napoletana, até a charmosa chanson francesa de Poulanc, obras de Gershwin, Kurt Weil, Villa-Lobos entre outros.

Projeto promovido pela ARTIS XXI - Associação de Educação Artística de Lagoa –AEL

Inscrições obrigatórias através de fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt e telf. 282 620140
 

 

O concerto "Música e Voz - Francisca e Vibrafone", do Ciclo Artis XXI, agendado para amanhã, na Fortaleza de Sagres, foi adiado para o próximo domingo, dia 13 de dezembro, às 16h30. No palco dá-se protagonismo ao som do vibrafone e à voz do feminino. O ritmo da palavra e a poesia da música marcam esta apresentação, que decorre a autores que valorizam e questionam o papel da mulher.

Projeto promovido pela ARTIS XXI Associação de Educação Artística de Lagoa –AEAL.

Inscrições através de  fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt e telf. 282 620140


O programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve - tem este ano como tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” e está disponível em http://www.cultalg.pt/

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória), e cumprem as medidas de seguranças estipuladas pela DGS.

 

27 de novembro