• Fortaleza de Sagres | Foto Vanda Oliveira

    Fortaleza de Sagres | Foto Vanda Oliveira

  • Fortaleza de Sagres

    Fortaleza de Sagres

  • Fortaleza de Sagres | Foto: Vasco Celio

    Fortaleza de Sagres | Foto: Vasco Celio

  • Fortaleza de Sagres

    Fortaleza de Sagres

  • Ruínas Romanas de Milreu | Foto Adriana Nogueira

    Ruínas Romanas de Milreu | Foto Adriana Nogueira

  • Mosaico das Ruínas Romanas de Milreu

    Mosaico das Ruínas Romanas de Milreu

  • Casa Rural de Milreu

    Casa Rural de Milreu

  • Ruínas Romanas de Milreu

    Ruínas Romanas de Milreu

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe - Foto: Vanda Oliveira

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe - Foto: Vanda Oliveira

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe | Foto Lenea Andrade

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe | Foto Lenea Andrade

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Património Cultural Imaterial Portal Cultura Portugal

Resposta à Pandemia – Programa Garantir Cultura

| Apoio Universal | Não Concursal | Fundo Perdido |

O Programa Garantir Cultura, anunciado ontem, destina-se a apoiar entidades coletivas, como empresas e entidades coletivas do setor da cultura (teatros, salas de espetáculo, produtores, promotores, agentes, salas de cinema independentes, cineclubes, associações,…) e pessoas singulares, onde estão incluídos todos os profissionais do setor da cultura.

Continuar a ler...

Encerramento dos Monumentos sob a gestão da DRCAlg

Dando cumprimento às novas regras do Estado de Emergência, no âmbito do Combate à Pandemia do COVID 19, a Direção Regional de Cultura do Algarve informa que a Fortaleza de Sagres, a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe e as Ruínas Romanas de Milreu vão estar encerradas ao público, a partir de dia 15 de janeiro.

Informamos, ainda, que a DRCAlg assegurará o atendimento presencial por marcação, sendo mantida e reforçada a prestação dos serviços através dos meios digitais e dos centros de contacto.

O normal funcionamento destes monumentos será retomado tão breve quanto as circunstancias o permitam.

Controlar a Pandemia, Proteger as Pessoas. Consulte o site Estamos On

14 de janeiro

 

Controlar a Pandemia, Proteger as Pessoas


Medidas a partir de 15 de janeiro, onde se inclui o encerramento de estabelecimentos culturais.


 

Todas as informações estão em atualização em Estamos on

 
 
24 de janeiro

Abertura de Candidaturas aos Apoios à Ação Cultural 2021

Estão abertas as candidaturas, até dia 8 de Março, para o Programa de Apoio À Ação Cultural (PAACA), da Direção Regional de Cultura do Algarve, destinados a apoiar iniciativas e projetos de agentes culturais associativos locais/regionais, não profissionais, sedeados no Algarve.

O PAACA tem como objetivos centrais o apoio ao desenvolvimento de iniciativas/projetos culturais promovidos por entidades do setor cultural não profissionais, de modo a fortalecer o tecido cultural local com a criação e circulação artística, ao mesmo tempo que estimula e fortalece as relações de trabalho, entre os equipamentos culturais e estes agentes, e ajuda a qualificar os agentes que integram o setor cultural não profissional do Algarve.

Continuar a ler...

Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa

 

Estão a decorrer as candidaturas ao Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa, instituído em 1999, pela Câmara Municipal de Faro, em homenagem ao poeta farense e vulto maior do panorama poético nacional e internacional.

Este prémio, do qual já se realizaram sete edições, em 1999, 2001, 2007, 2009, 2015, 2017 e 2019, procura promover o aparecimento de novos poetas, mas também reconhecer o labor dos já consagrados. Em todas as edições teve mais de 50 obras a concurso, tendo sido atribuído a poetas de reconhecida excelência literária como Fernando Echevarria, Fernando Guimarães, Nuno Júdice, João Rui de Sousa, Luís Quintais, João Luís Barreto Guimarães e Gastão Cruz.

Os concorrentes podem entregar as suas obras  até dia 31 de março e serão admitidas obras poéticas, em 1.ª edição, publicadas em 2019 e 2020.

O júri será composto pelo Professor Doutor Nuno Júdice, Professora Doutora Carina Infante do Carmo e Dr.ª Isabel Lucas.

O prémio, no valor de €5000 conta mais uma vez com o alto patrocínio da Fundação Milénio BCP e o apoio da Direção Regional de Cultura do Algarve, Universidade do Algarve e Jornal de Letras.

A cerimónia de entrega do Prémio está prevista para setembro, no âmbito das comemorações do Dia da Cidade, em data a definir.

Normas do Prémio

11 de janeiro

Continuar a ler...

DiVaM 2021 abre candidaturas com o tema 
“Património, Comunidade e Inclusão”

 


A Direção Regional de Cultura do Algarve deu início à edição 2021 do DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – com a abertura de candidaturas, até dia 28 de Fevereiro, de acordo com o seguinte tema: “Património, Comunidade e Inclusão”.

Devido à situação provocada pela pandemia da COVID-19, para o ano de 2021 e a título extraordinário, são elegíveis, no âmbito do Programa DiVaM, as despesas decorrentes de salários, afetos às ações culturais, devidamente justificadas, até ao montante de 15% do apoio total concedido.

Assumindo que o Património deve ser, acima de tudo, um projeto de cidadania e que não pode estar desfasado das pessoas, pretende-se construir uma programação cultural que promova um verdadeiro e honesto diálogo entre as comunidades e os monumentos.

Continuar a ler...

Neste Natal #oferecacultura

A cultura foi dos setores mais afetados pela pandemia. Mas os artistas, autores e profissionais da cultura mostraram força, coragem e resiliência. Vamos retribuir. Ao comprar livros, teatro, cinema, exposições, bilhetes para museus, palácios, monumentos está a contribuir para a recuperação do setor da cultura.
Ofereça esta ideia! #oferecacultura
 
11 de dezembro

9 de dezembro

Ministério da Cultura assina Protocolo para integração
do espólio de Maria Keil

Maria Pires da Silva keil do Amaral, nasceu em Silves, e foi uma das artistas mais destacadas do século XX em Portugal. A sua obra é vasta e diversificada, abraçando a pintura, o desenho, a ilustração, o azulejo, o design gráfico, o mobiliário, a tapeçaria, a cenografia, entre outros. O painel azulejos O Mar, na Avenida Infante Santo, em Lisboa, assim como os painéis de azulejo de muitas estações do Metropolitano de Lisboa são algumas das obras da artista que podem ser contempladas por quem circula na cidade.

O Ministério da Cultura assinou um protocolo com Francisco Keil do Amaral, filho de Maria Keil, para a realização do inventário dos bens culturais que integram o espólio da consagrada artista e o depósito numa instituição museológica nacional da Direção Geral do Património Cultural.

Nos termos deste protocolo, a realização do inventário será complementada com o estudo, a investigação, a conservação, a interpretação e a exibição do espólio da artista, constituído por cerca de duas mil peças que atravessam toda a sua carreira artística, nas áreas de desenho, pintura, azulejo, ilustração, mobiliário e tapeçaria, bem como documentação de arquivo e correspondência, cujo conhecimento se revela fundamental para preservação e divulgação do património artístico nacional.

O trabalho exaustivo de inventário e acondicionamento das peças da coleção será efeito através de uma equipa técnica designada especialmente para o efeito. Cada peça do espólio terá uma ficha informatizada que integrará um conjunto de critérios, desde as denominações/ títulos, descrições ou registos fotográficos.

Após a conclusão do inventário, este espólio de Maria Keil será colocado em depósito numa instituição museológica nacional da DGPC, que diligenciará também todos os atos necessários à investigação, estudo, proteção, conservação, segurança, divulgação, promoção cultural e exibição das peças depositadas, com integral respeito pelos princípios estabelecidos na Lei-Quadro dos Museus.

Sendo um objetivo estratégico do Governo conferir às mulheres artistas a visibilidade e reconhecimento devido pelo seu papel na cultura e história das artes em Portugal, o Ministério da Cultura, através da DGPC, compromete-se ainda a executar programas de investigação e de exposições itinerantes, de modo a dar a conhecer a vida e obra de Maria Keil, em articulação com a estratégia para a exibição das obras de arte que integram a Coleção de Arte Contemporânea do Estado.

Na prossecução deste objetivo, e no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, foi já assinado um protocolo entre o Ministério da Cultura e a Fundação Calouste Gulbenkian para a realização de uma grande exposição que tem por base obras de mulheres artistas portuguesas, que será apresentada no Bozar, em Bruxelas, no primeiro semestre de 2021, seguindo, no segundo semestre, para o Centro de Criação Contemporânea Olivier Debré, na cidade francesa de Tours, no âmbito da “Temporada Cruzada Portugal-França”.

Graça Fonseca, Ministra da Cultura, a este propósito afirma que “em pleno século XXI ainda nada está consolidado na igualdade de género. É fundamental, por isso, prosseguirmos com iniciativas e programas que invertam, contrariem ou reequilibrarem o histórico apagamento a que as artistas mulheres e as suas produções estiveram desde sempre sujeitas”.

9 de dezembro

A Direção-Geral das Artes vai apoiar 110 projetos artísticos nos domínios da criação e edição
 
Este ano, a Direção-Geral das Artes irá apoiar 110 candidaturas, correspondendo a um aumento de 104% em relação a 2019 (ano em que foram apoiadas 54). Com uma dotação inicial de 1.700.000 €, esta linha de apoio contou com um reforço financeiro de 720.000 €, anunciado no final do mês passado pela Ministra da Cultura, reforço que veio permitir financiar adicionalmente 33 projetos.
 
No total serão apoiadas 62 candidaturas no domínio da criação (56% do total de candidaturas apoiadas), 34 nos domínios da criação e edição (31%) e 14 no domínio da edição (13%). Relativamente à distribuição por área artística, serão apoiadas 22 candidaturas na área de teatro (20% do total de candidaturas apoiadas), 21 na área de música (19%), 21 na área de cruzamento disciplinar (19%), 19 na área de dança (17%), 11 na área de artes plásticas (10%), 6 na área de fotografia (5%), 5 na área de arquitetura (5%), 2 na área de novos media (2%) e 2 na área de circo contemporâneo e artes de rua (2%).

Consulte a Tabela de Classificação
Consulte as Atas
 
3 de dezembro

Promontório de Sagres Celebra 5.º Aniversário da atribuição
da Marca do Património Europeu

No dia que se celebra o 5.º aniversário da atribuição da Marca do Património Europeu ao Promontório de Sagres, dia 2 de dezembro, a Fortaleza de Sagres acolhe, pelas 11h00, o Laboratório de Dança e Desenho “Rosa-dos-Ventos” com Albina Petrolati, Leonor Morais & Convidados. Durante a realização desta iniciativa serão captadas imagens para a edição de um vídeo promocional do Promontório de Sagres distinguido com a Marca do Património Europeu.

A Marca do Património Europeu é uma iniciativa do Parlamento Europeu e do Conselho da União Europeia que tem como principal objectivo reforçar o sentimento de pertença à União Europeia por parte dos seus cidadãos, em especial dos jovens, com base nos valores e elementos comuns da história e do património cultural, valorizar a diversidade nacional e regional e incrementar o diálogo intercultural.

27 de novembro

DiVaM nos Monumentos do Algarve com novos horários

 

Os Monumentos do Algarve, Fortaleza de Sagres e Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe acolhem, nos dias 28 e 29 de novembro e 1 de Dezembro, os espetáculos de música e palavra no âmbito do DiVaM. A programação agendada para dezembro irá manter-se, conforme previsto, com novos horários e com todas as medidas de segurança estipuladas pela DGS.

 

O Auditório da Fortaleza de Sagres recebe, no dia 28 de novembro, pelas 11h30, o projeto “No Avesso das Palavras”,. Trata-se de uma performance multidisciplinar onde, frente-a-frente, são colocadas as palavras retiradas dos volumes “No Avesso das Horas” de Sara Martins e “A Fonte das Palavras” de Tiago Marcos, envoltas em ambientes sonoros processados ao vivo por Luís Caracinha. O espetáculo promovido pela AOPP – Associação Oficina de Planeamento e Participação – tem a produção da Epopeia - Make It Happen, com Ricardo Branco no som, Didier Grelha na Iluminação e Ana Neto na produção.


A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe acolhe no domingo, 29 de novembro, pelas 16 horas o concerto integrado no Festival D´Aquém Mar – Festival com Sons Antigos, com Ricardo Leitão Pedro (Tenor e Alaúdista), com o programa “No val das mais belas”.


Luys de Milán, músico e escritor espanhol, publica em Valência no ano de 1536 “El Maestro”, um livro de música para vihuela de mano dedicado ao rei português D. João III. Neste livro, encontramos diversas peças instrumentais de cariz improvisatório e canções em castelhano, português e italiano, entre as quais romances que descrevem batalhas contra os mouros e outros eventos históricos. Muitas das canções neste programa são ainda retiradas de cancioneiros portugueses da primeira metade do século dezasseis, arranjadas para voz sola e acompanhamento instrumental.


Projeto de Elsa Mathei, promovido pela Associação Questão Repetida, apoiado no âmbito do PAAC - Programa de Apoio à Ação Cultural da DRCAlg.



 

O concerto Nelson Conceição & Convidados terá lugar no dia 1 de dezembro, na Fortaleza de Sagres, pelas 16 horas. Este projeto apresenta um diálogo entre o acordeão de Nelson Conceição, a voz de Cristina Paulo e o contrabaixo de Luís Henrique, através de temas originais que misturam o jazz e/ou o erudito com o fado e a música tradicional com toques de improvisação. O concerto conta com a participação especial de Petru Moroi (saxofone e clarinete), Pedro Branco (percussões) e João Palma (acordeão). Projeto promovido pela Associação de Acordeão Garvefole.

No dia 2 de Dezembro, pelas 11h00, terá lugar na Fortaleza de Sagres, o Laboratório de Dança e Desenho “Rosa-dos-Ventos” com Albina Petrolati, Leonor Morais & Convidados. Este projeto promovido pela Tertúlia Associação Sócio-Cultural de Aljezur incidirá sobre a problemática dos Direitos Humanos e da Aceitação e Não Descriminação, usando o vento como ponto de partida físico e simbólico para conhecer outros povos, viajando através da música, da dança, do desenho e da palavra.

Durante a realização desta iniciativa que terá a duração de 2 horas, serão captadas imagens para a edição de um vídeo promocional do Promontório de Sagres distinguido com a Marca do Património Europeu.

A Marca do Património Europeu é uma iniciativa do Parlamento Europeu e do Conselho da União Europeia que tem como principal objectivo reforçar o sentimento de pertença à União Europeia por parte dos seus cidadãos, em especial dos jovens, com base nos valores e elementos comuns da história e do património cultural, valorizar a diversidade nacional e regional e incrementar o diálogo intercultural.

As inscrições para todas as atividades devem ser formalizadas pelo e-mail fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou pelo telefone. 282 620140.
 

O programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve - tem este ano como tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” e está disponível em http://www.cultalg.pt/

 

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

INFORMAÇAO: O concerto agendado para domingo, dia 29 de novembro,  Ciclo Artis XXI – Duo Fermanian & Micael no Auditório da Fortaleza de Sagres foi cancelado.

24 de novembro

 “Apoiar.pt” do IAPMEI também se destina a empresas na área da Cultura

No âmbito da pandemia do COVID 19, o IAPMEI tem um novo apoio às empresas "Apoiar.pt", que também se destina a empresas na área da cultura. As ajudas do Apoiar.pt serão concedidas a partir de dia 25, mas todas as empresas já podem antecipar o 1º passo da candidatura, registando-se no Balcão 2020.

Como aceder ao Balcão 2020 e pedir os apoios? 

Para aceder aos mesmos importa identificar, no conjunto dos apoios que venham a existir, qual o que mais se adequa à sua empresa, quer em termos da dimensão (micro, pequena, média empresa), quer de setor de atividade, bem como, da situação financeira em que se encontra, entre outros.

De modo a aceder de forma mais eficiente e eficaz aos mesmos, alertarmos para um conjunto de procedimentos/registos que deverão estar assegurados, uma vez que que serão necessários para candidatura à maioria dos apoios, nomeadamente:

 

  • Certificação PME - serviço efetuado, por via exclusivamente eletrónica, que atesta o cumprimento dos critérios de micro, pequena e média empresa por parte das empresas nacionais. Convém verificar se a empresa está certificada e se o registo está atualizado com os valores relativos a 2019.

Este registo também se aplica às empresas constituídas em 2020 e a Empresários em Nome Individual.

O registo e a renovação são efetuados no site do IAPMEI

Se necessitar de apoio para o processo de Certificação PME poderá solicitar o mesmo, através dos contactos de apoio à certificação disponibilizados no site do IAPMEI.

  • Registo no Balcão 2020 – As candidaturas suportadas nos apoios “Portugal 2020”, são submetidas na sua grande maioria, na plataforma online denominada “Balcão 2020”.

Importa acautelar que a empresa se encontra registada, de forma a conseguir aceder aos formulários de candidaturas quando estiverem disponíveis, dado que nos momentos de grande afluência os acessos podem ficar condicionados.

O registo será efetuado no Balcão 2020”.

De forma a facilitar este processo, poderá aceder a um vídeo explicativo aqui.

Ao nível das condições de acesso aos referidos apoios, recomendamos verificar:

  • Não existência de dívidas – É importante garantir que a empresa tem a situação regularizada perante o Estado, nomeadamente, perante a Autoridade Tributária, a Segurança Social e as Entidades Gestoras de Incentivos.

  • Incidentes com a Banca, que podem dificultar acessos ao crédito.

  • Situação financeira da empresa, nomeadamente:

  • Se a empresa detinha capitais próprios positivos à data de 31 dezembro 2019, exceto para empresas constituídas em 2020;

  • Qual o nível de quebra de faturação que a empresa apresenta.

Por fim, partilhamos um apontamento sumário, sobre as novas medidas que se preveem estarem em vigor muito em breve:

  1. Apoiar.PT (750 M€ a fundo perdido) para comércio, serviços, cultura, alojamento e restauração;

  2. Apoiar Restauração.PT, apoio excecional e complementar aos já em vigor, equivalente a 20% da quebra média de faturação nos fins de semana de restrições. Estará disponível a partir de dia 25 de novembro;

  3. Programa de Apoio à Produção Nacional (100M€), que visará apoio a pequenos projetos de investimento de micro e pequenas empresas, com taxa média de cofinanciamento de 50% a fundo perdido, com majoração de 10 p.p. para territórios do interior;

  4. Linha de Crédito para empresas de apoio a Eventos (50M€), com conversão de 20% do crédito concedido em subsídio a fundo perdido em caso de manutenção de postos de trabalho;

  5. Linha de Crédito Indústria Exportadora (750M€), igualmente com conversão de 20% do crédito concedido em subsídio a fundo perdido em caso de manutenção de postos de trabalho.

O IAPMEI têm ao seu dispor uma equipa de técnicos especializados do IAPMEI, nas várias regiões, para as ajudar no acesso à informação sobre as novas medidas e as apoiar nas necessárias certificações e registos.

19 de novembro

 

Programa de Capacitação de Empreendedores no Domínio das Indústrias Culturais e Criativas

No âmbito do projeto Magalhães_ICC , de que a Direção Regional de Cultura do Algarve é parceira, a AMAL - Comunidade Intermunicipal do Algarve vai promover seis ações de formação/capacitação para futuros empreendedores, a decorrer entre 17 de novembro e 9 de dezembro deste ano.

Este contempla a realização de seis ações de curta duração sobre os seguintes temas: i) Desafios - da ideia ao negócio; ii) Plano de negócios; iii) Fiscalidade e segurança social; iv) Sistemas de financiamento alternativo; v) Marketing digital e redes sociais; vi) Programa Saber-Fazer.

O projeto Magalhães_ICC visa estabelecer uma rede de cooperação transfronteiriça no domínio das indústrias culturais e criativas, no sentido de criar um ecossistema empreendedor que permita impulsionar a criação e a difusão de uma oferta cultural inovadora para a Eurorregião Alentejo, Algarve, Andaluzia.

O projeto é co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional FEDER através do Programa Interreg V- A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Consulte o Programa
Inscrições em: https://www.oficina.org.pt/magalhaes-inscricao.html

Saiba mais sobre este projeto em:
https://www.oficina.org.pt/magalhaes.html
https://amal.pt/atividades/dinamizacao-economica/projetos-parcerias/magalhaes
https://www.poctep.eu/pt-pt/2014-2020/centro-magallanes-para-el-emprendimiento-de-industrias-culturales-y-creativas

10 de novembro

 

Adiado: Projeto Civitas e Laboratório de Dança e Desenho - Rosa dos Ventos na Fortaleza de Sagres

A Direção Regional de Cultura do Algarve informa que as iniciativas do DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve - agendadas para os dia 7 e 8 de novembro, na Fortaleza de Sagres, foram adiadas.

O projeto CIVITAS terá lugar nos dias 21, 28 de novembro e 05 de Dezembro e o Laboratório de Dança e Desenho Rosa-dos-Ventos no dia 22 de novembro. Os interessados devem inscrever-se pelo e-mail: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

Pedimos desculpas pelos incómodos causados.

 

5 de novembro