• Fortaleza de Sagres | Foto Vanda Oliveira

    Fortaleza de Sagres | Foto Vanda Oliveira

  • Fortaleza de Sagres

    Fortaleza de Sagres

  • Fortaleza de Sagres | Foto: Vasco Celio

    Fortaleza de Sagres | Foto: Vasco Celio

  • Fortaleza de Sagres

    Fortaleza de Sagres

  • Ruínas Romanas de Milreu | Foto Adriana Nogueira

    Ruínas Romanas de Milreu | Foto Adriana Nogueira

  • Mosaico das Ruínas Romanas de Milreu

    Mosaico das Ruínas Romanas de Milreu

  • Casa Rural de Milreu

    Casa Rural de Milreu

  • Ruínas Romanas de Milreu

    Ruínas Romanas de Milreu

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe - Foto: Vanda Oliveira

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe - Foto: Vanda Oliveira

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe | Foto Lenea Andrade

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe | Foto Lenea Andrade

  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

    Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Património Cultural Imaterial Portal Cultura Portugal

A  campanha #ACULTURAÉSEGURA foi lançada pela APEFE - Associação de Promotores de Espectáculos, Festivais e Eventos e tem o objetivo de sensibilizar a opinião pública para fato de museus, teatros e salas de espetáculo continuarem a ser locais seguros nos quais são respeitadas todas as regras sanitárias.

23 de outubro

 

Inquérito aos Profissionais das Artes e da Cultura
 

O Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC) tem em curso um Inquérito online dirigido aos Profissionais Independentes das Artes e da Cultura, e que estará disponível para preenchimento até ao final do mês de outubro de 2020.

O questionário está on-line neste link: https://bit.ly/3iFwhsu

Este Inquérito insere-se no Estudo Sector Artístico e Cultural em Portugal, apoiado pela DGArtes/MC. Para mais informação consulte o site do OPAC www.opac.cies.iscte-iul.pt/estudos-em-curso

Para qualquer esclarecimento contacte a equipa através do email opac.cies@iscte-iul.pt

13 de outubro

 

 

Monumentos do Algarve são palco para música, cinema, oficinas e palestras

 

O DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve –, programa cultural do Direção Regional de Cultura do Algarve, continua na próxima semana com iniciativas no Castelo de Paderne, Fortaleza de Sagres, Ruínas Romanas de Milreu, Castelo de Aljezur e Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe. Música, oficina de escrita na paisagem, cinema e uma palestra sobre Faro na época romana são as propostas de 13 a 18 de outubro.

O Castelo de Paderne recebe, no dia 13 de Outubro, às 10h30, a segunda sessão da “Oficina das Igualdades em Paderne. Esta será uma oficina de escrita na paisagem, na qual os participantes são convidados a descobrirem um trajeto que os conduzirá à exploração dos valores humanistas e à identificação do conceito de liberdade (religiosa, de expressão, ideológica). O projeto concebido por Isa Catarina Mateus é promovido pelo Cineclube de Faro (Comissão de Formação).

Para mais informações e inscrições: formacaoccf@gmail.com

No dia 16 de outubro, sexta-feira, a Fortaleza de Sagres acolhe o projeto “In Cinema - Integração, Indiscriminação e Inclusão”. Durante a manhã terão lugar duas sessões de curtas metragens de animação, direcionadas à comunidade escolar e à tarde, pelas 17 horas, realiza-se uma sessão aberta ao público em geral, onde será exibido o filme “O Falcão Manteiga de Amendoim”, de Tyler Nilson (2019), seguido de conversa com os convidados.

In Cinema- Integração, Indiscriminação e Inclusão é um projeto promovido pelo Cineclube de Faro, que explora as formas como o cinema se relaciona com o tema dos Direitos Humanos e se inscreve como ferramenta para dirimir alguns estigmas e barreiras que as sociedades – que se pretendem justas abertas, fraternas, livres e solidárias – enfrentam, através de três ideias fundamentais: Integração, Indiscriminação e Inclusão.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O espetáculo “Música para Todos” será apresentado no Castelo de Aljezur, no dia 17 de outubro, pelas 17h30. Um Ensemble de madeiras e percussão irá apresentar peças de culturas musicais de diferentes pontos do mundo, inspirando à união e amizade ente os povos, numa interculturalidade inerente à globalização e considerando que a Música, como linguagem universal, foi desde sempre vetor de Educação para a Cultura e para a Arte. Este é um projeto promovido pela Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º de Maio, com o apoio da Câmara Municipal de Aljezur.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O ciclo Amatores in Situ continua nas Ruínas Romanas de Milreu, com a apresentação da palestra “Diferenciação social e cosmopolitismo em Faro na época romanapor João Pedro Bernardes, no dia 17 de outubro, pelas 17 horas.

“Uns são escravos, outros já o foram; outros são cidadãos de pleno direito, outros migrantes; outros ainda são gente em trânsito e muitos com raízes bem profundas na terra. Era assim a sociedade de Faro há dois mil anos: uma cidade portuária e cosmopolita onde se cruzavam muitas origens e culturas. Os tempos eram outros, com as suas regras e idiossincrasias próprias, mas coexistiam a tolerância e diferentes formas de solidariedade. A partir da epigrafia da cidade romana de Ossónoba, é possível observar-se a sociedade, os seus valores e as formas de convivência social de um mundo bem diferente do nosso – mas que, por vezes, está mais próximo de nós do que à primeira vista aparenta.” Projeto promovido pela Cívis – Associação para o Aprofundamento da Cidadania e que tem a colaboração da Universidade do Algarve.

Inscrições através de: milreu@cultalg.gov.pt ou 962 045 652

 

O Castelo de Paderne volta a ser palco de mais uma iniciativa do DiVaM no dia 18 de Outubro, pelas 17 horas, com o espetáculo “O Mundo na nossa Aldeia”. Este integra a atuação a capella pelo Grupo Coral da Banda Filarmónica de Paderne, seguida de dança oriental e termina com a atuação do “The Real Band”, com músicas tradicionais da Escócia e da Irlanda. O projeto é promovido pela Sociedade Musical e Recreio Popular de Paderne com o apoio da Câmara Municipal de Albufeira.

Inscrições através de musical.paderne@gmail.com ou 925 582 503

A Ermida de N.ª Sr.ª de Guadalupe acolhe o concerto “Património – com Cordas”, da Orquestra Juvenil de Guitarras do Algarve, no dia 18 de outubro, pelas 17 horas, com a direção de Eudoro Grade. Este é um projeto de inclusão das comunidades do barlavento ao sotavento algarvio, nomeadamente as comunidades de interior, promovido pela AGA – Associação de Guitarras do Algarve.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

O tema desta edição do DiVaM é Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”.

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

 

12 de outubro

Atividades económicas na área da cultura: extensão suplementar das moratórias de crédito bancário, até  30 de setembro de 2021

 

A Direcão Regional de Cultura do Algarve informa que o Governo aprovou uma extensão suplementar das moratórias de crédito bancário até ao dia 30 de setembro de 2021, através do Decreto-Lei n.º 78-A/2020, de 29 de setembro, na qual estão abrangidas atividades económicas na área da cultura.

Destacam-se os seguintes aspetos:

  • As entidades beneficiárias que, no dia 1 de outubro de 2020, se encontrem abrangidas pelas moratórias beneficiam automaticamente desta prorrogação de 6 meses (de 31 de março de 2021 até 30 de setembro de 2021).
  • Entidades beneficiárias inseridas em setores particularmente afetados pela pandemia, nomeadamente que exerçam determinadas atividades económicas, a título principal, na área da cultura, beneficiam:
  1. Da suspensão do pagamento, quer do capital em dívida, quer dos juros, comissões e outros encargos;
  1. De uma extensão automática da maturidade dos créditos, pelo prazo de 12 meses, que acresce ao período em que os créditos foram diferidos por efeito da moratória.
  • As atividades económicas na área da cultura abrangidas por estas condições especiais são as seguintes:
     
    • CAE 46492 - Comércio por grosso de livros, revistas e jornais;
    • CAE 47610 - Comércio a retalho de livros, em estabelecimentos especializados;
    •  CAE 47620 - Comércio a retalho de jornais, revistas e artigos de papelaria, em estabelecimentos especializados;
    • CAE 47630 - Comércio a retalho de discos, CD, DVD, cassetes e similares, em estabelecimentos especializados;
    • CAE 581 - Edição de livros, de jornais e de outras publicações;
    • CAE 59 - Atividades cinematográficas, de vídeo, de produção de programas de televisão, de gravação de som e de edição de música;
    • CAE 60 - Atividades de rádio e de televisão;
    • CAE 639 - Outras atividades dos serviços de informação;
    • CAE 731 - Publicidade;
    • CAE 90 - Atividades de teatro, de música, de dança e outras atividades artísticas e literárias;
    • CAE 91 - Atividades das bibliotecas, arquivos, museus e outras atividades culturais;
    • CAE 93 - Atividades desportivas, de diversão e recreativas;
    • CAE 94991 - Associações culturais e recreativas.

 

Consulte o Decreto-Lei n.º 78-A/2020

Adiado: "Tal como as Pedras... Todos somos iguais na diferença" em Alcalar



 

Devido a condições atmosféricas adversas, que não permitem a realização da atividade nas melhores condições, o projeto "Tal como as Pedras... Todos somos iguais na diferença" foi adiado para sábado, dia 10 de outubro.


Lamentamos o incómodo causado.

 

2 outubro

 

Empreitada de Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu

O Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, Faro, prossegue com a abertura de concurso para a fase B da “Empreitada de Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu”, o mais importante conjunto deste género no Algarve. O Anúncio de Procedimento n.º 10803/2020, referente ao Concurso Público CP-01/DRCALG/2020, desta empreitada foi publicado no Diário da República, no dia 28 de setembro. O prazo de apresentação das propostas termina no próximo dia 28 de outubro.

O valor base do procedimento é de €120.000,00 a que acresce o IVA à taxa legal em vigor e prazo de execução do contrato é de 238 dias.

O fornecimento das peças do concurso e a apresentação de pedidos de participação é efetuado através da plataforma http://saphetygov.pt.

Esta Empreitada é financiada a 60% por fundos externos (FEDER), no âmbito do Programa CRESC Algarve 2020.

Consulte a publicação em Diário da República

29 de setembro

DiVaM continua em Alcalar, Castelo de Aljezur e Fortaleza de Sagres

O programa Cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve – vai estar nos dias 3 e 4 de outubro nos Monumentos Megalíticos de Alcalar, no Castelo de Aljezur e na Fortaleza de Sagres, com várias propostas culturais. O tema desta edição “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” serviu de mote para aos projetos candidatados pelas entidades parceiras.
 

Os Monumentos Megalíticos de Alcalar, concelho de Portimão, acolhem no dia 3 de Outubro, das 10h00 às 12h30, a iniciativa “Tal como as pedras…Todos somos iguais na diferença – Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação, os desafios para uma nova era” que convida os jovens que habitam próximo deste monumento a fazerem uma reflexão sobre os conceitos suscitados na Carta dos Direitos Humanos, redigida em 1948, e que sabemos serem hoje parte de um “tecido fino” e que por vezes parece prestes a rasgar-se, a desmoronar-se e a desaparecer. Após um momento de reflexão sobre os temas expostos, os participantes serão convidados a realizar um registo gráfico e visual, sob a forma de frases, de poemas e desenhos. A proposta será concretizada sob a orientação da artista plástica Isabel Macieira e traduzir-se-á num trabalho coletivo do tipo “mural.

O Projeto é da Associação Partilha Alternativa com o apoio do Museu Municipal de Portimão. As inscrições são obrigatórias através de oficinaeducativa@cm-portimao.pt.
 

Neste mesmo dia, com início às 18h30, no Castelo de Aljezur terá lugar o espetáculo de fusão artística “Varandas da Memória”. A Companhia Ao Luar Teatro visita a atribulada vida do Rei Poeta Al-Mu`Tamid, desde as noites quentes passadas no Palácio das Varandas em Silves, às batalhas nas Taifas do Al-Andaluz até ao desterro marroquino. Um espetáculo inspirado na magia da poesia árabe, num encontro com a música ao vivo, contando com a história da notável figura Al-Al-Mu`Tamid “O Rei Poeta”.

A Companhia Ao Luar Teatro procura dar a conhecer a vida e a poesia da mais influente figura do algarve Al-Andaluz prosseguindo o trabalho de criação inspirada no Património Cultural Imaterial da Região Algarvia. Esta produção teatral enquadra-se na valorização do património da região e da recuperação do antigo, do histórico, daquilo que é nosso e nos difere dos outros, como sendo, a influência árabe.

O texto e direção Artística é de Rui Penas, com a interpretação de Rui Penas e a música ao vivo a cargo de Pedro Branco. O técnico é João Baião, os figurinos são de Berta Cardoso, as pinturas de Nelson Martins e os bonecos de pano de Filipa Faísca. A cenografia está a cargo de Rui Penas e Luís Santos, sendo esta uma produção Ao Luar Teatro, com a produção executiva de Célia Martins.

O projeto conta com o apoio da Câmara Municipal de Aljezur e da ADPHA - Associação de Defesa do Património Histórico e Arqueológico de Aljezur. As inscrições são através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

 

A Fortaleza de Sagres acolhe no domingo (4 de Outubro), às 17h00, o projeto “Elementos II” que cruza vídeo, fotografia e música e onde o público será também envolvido. Este é composto por duas partes. A primeira com música que aborda temas bucólicos e populares, entre elas repertório do século. XVIII, e imagens projectadas que transcrevem o passado, evocando as gentes do Algarve e a sua cultura, formas de outras vidas através das recolhas de vídeo de Jorge Graça. A segunda parte do espetáculo com imagens do presente, de quem habita, de quem respira o local na actualidade, da autoria de Jorge Marques, inclui um reportório europeu variado da mesma época

Este projeto pretende resgatar a memória, resgatar hábitos que, apesar de desaparecerem, estão intimamente ligados ao local, ao Algarve, à sobrevivência das famílias, dos hábitos que ditam quem é o povo daqui e é da responsabilidade da Questão Repetida – Associação Cultural, com a Direção Artística de Elsa Mathei e Ana Falé.

https://www.youtube.com/watch?v=bOn9llRuMpY

As inscrições são através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

Consulte o programa

28 de setembro

Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural

visita Ruínas Romanas de Milreu

A Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira, vai estar este sábado, 26 de setembro, pelas 18h30, nas Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, a visitar as obras de recuperação da Casa Rural, recentemente concluídas, e os mosaicos romanos que vão integrar a nova empreitada de reabilitação do monumento. A visita ao monumento será acompanhada pela Diretora Regional de Cultura do Algarve, Adriana Nogueira.

A Casa Rural de Milreu, cujas obras de reabilitação e manutenção ficaram concluídas em junho deste ano, é um dos mais interessantes exemplos da arquitetura tradicional algarvia, com pequenas torres cilíndricas adossadas aos quatro cantos do edifício. Os trabalhos incluíram a recuperação dos revestimentos exteriores, garantindo a sua impermeabilização, nomeadamente rebocos, caixilharias de portas e janelas, reparação do telhado e ainda execução de uma caleira para desvio de águas pluviais das ruínas arqueológicas, reforçando a solidez e capacidade de resistência da Casa Rural.

A empreitada de “Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu - Fase B”, prevista para estar concluída em 2021, prevê trabalhos a realizar numa extensa parte dos compartimentos da villa que estão decorados com mosaicos maioritariamente polícromos, com decoração geométrica, vegetalista e figurativa. Por vezes, revestem os panos internos dos tanques, decorados com peixes que se encontram desenhados propositadamente deformados, para que na água simulem movimento. No total pretende-se recuperar 22 painéis de mosaicos, com dimensões variadas.

As Ruínas Romanas de Milreu, afetas à Direcão Regional de Cultura do Algarve, são Monumento Nacional desde 1910, ano do primeiro diploma da República Portuguesa versando a proteção do Património Cultural.

Milreu é uma villa rustica construída na época do imperador romano Cláudio, século I d.C., destinada à produção agrícola de vinha e olival e produção de vinho e azeite.

Milreu acompanha a História da região, pois a sua ocupação abrange o período romano até aos finais do século IV, o período islâmico, a fase de formação do Reino de Portugal no Sul, e finalmente, a construção da Casa Rural, nos finais do século XV.

Destaca-se ainda o conjunto de pavimentos e paredes revestidas com belos mosaicos romanos decorados com temas marinhos, em consequência da remodelação arquitetónica realizada no século IV d.C.

As Ruínas Romanas de Milreu estão identificadas como Nível 1 de Prioridade de investimento Regional do Algarve.

O Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu (ALG-04-2114-FEDER-000010), no valor total de 529 870,00€, foi aprovado pela Comissão Diretiva do CRESC Algarve 2020 em 21/12/2016.

 

 “O Homem do Fogo” apresentado em S. Brás de Alportel este sábado à noite

A apresentação ao ar livre do espetáculo “O Homem do Fogo”, vencedor do projeto-piloto “Não Brinques com o Fogo”, promovido pela AGIF- Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais e pelo Ministério da Cultura, através da Direção Regional de Cultura do Algarve, terá lugar no próximo sábado, dia 26 de setembro, pelas 21h30, no Jardim da Verbena, em São Brás de Alportel.

O projeto-piloto “Não Brinques com o Fogo” pretendeu ensaiar uma abordagem inovadora com o objetivo de veicular mensagens-chave sobre comportamentos de risco a alterar face aos incêndios rurais, promovendo a mudança de atitudes através da sensibilização das populações sobre a valorização da floresta e da conservação da natureza e as boas práticas na utilização do fogo para a gestão da vegetação e do território.
 

Sinopse do espetáculo

“O Homem do Fogo” é um espectáculo multidisciplinar que recorre à animação com areia, música e palavra para transmitir uma mensagem de prevenção e cuidado para com as pessoas e as florestas. Criado a partir de um conto tradicional chinês, esta história transporta-nos para o princípio dos tempos, quando o tempo ainda não era tempo, quando o Homem foi criado e o fogo foi descoberto.
 

Ficha Técnica e Artística
Encenação: Lília Parreira - TEAS13 – Grupo de Teatro Experimental Amador de São Brás de Alportel
Animação de areia: Pilar Puyana
Música: Banda Filarmónica de São Brás de Alportel (ACREMS)
Criação Dramática e Narração: Fernando Guerreiro (Micro Contos)

A organização é da ARCA – Associação Recreativa e Cultura do Algarve, ACREMS – Associação Cultural Recreativa Escola de Música Sambrazense, Junta de Freguesia de São Brás de Alportel com o apoio do Município de São Brás de Alportel.

Entrada Gratuita | Reserva obrigatória na Galeria Municipal de São Brás de Alportel a partir do dia 23 de setembro, pelo e-mail cultura@cm-sbras.pt ou do telefone da Galeria Municipal: 289 840 211.

 

22 de setembro

Jornadas Europeias do Património nos Monumentos do Algarve

com o tema “Património e Educação”

A Direção Regional de Cultura do Algarve promove, no âmbito das Jornadas Europeias do Património (JEP), que se assinalam de 25 a 27 de setembro, um programa diversificado de atividades culturais a acontecer nas Ruínas Romanas de Milreu, Castelo de Paderne, Monumentos Megalíticos de Alcalar, Fortaleza de Sagres e Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe.

As atividades propostas integram o programa cultural DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – que este ano, na sua 7ª edição, é dedicado ao tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”, e exploram ainda as relações entre dois grandes universos - O Património e a Educação - : Qual o papel do Património na Educação? Qual o papel da Educação no Património?

O programa apresentado integra várias propostas de oficinas artísticas e pedagógicas direcionadas para diferentes tipos de público, projetos performativos e de sensibilização ecológica e uma palestra integrada no “Amatores in Situ – O Mundo Antigo visto por aqueles que o amam”, ciclo organizado em colaboração com a Faculdade de Ciência Humanas e Sociais da Universidade do Algarve.

Porque trabalhar a Educação a partir do Património é também reconhecer o valor que este tem como agente de transformação do Mundo.

No dia 25 de setembro, com início às 10h30, nas Ruínas Romanas de Milreu, terá lugar o projeto “Milreu – Encontro de povos, ideias e culturas”, promovido pela QRER – Cooperativa para o desenvolvimento dos territórios de baixa densidade - , com a oficina de Pintura a Fresco: “Trabalho no campo em Milreu - Séculos I e Século XX”, destinada aos utentes da ASMAL.

No mesmo dia, o Castelo de Paderne acolhe a “Oficina das Igualdades em Paderne”, também com início às 10h30. O ponto de partida desta iniciativa, que inclui uma visita guiada / oficina de exploração histórica, será o património histórico associado ao castelo de Paderne.

O projeto concebido por Isa Catarina Mateus é promovido pelo Cineclube de Faro (Comissão de Formação). Para mais informações e reservas contacte: formacaoccf@gmail.com

No dia 26 de setembro, entre as 10h00 e as 18h00, nos Monumentos Megalíticos de Alcalar decorre o projeto "Oficinas da Pré- História", no domínio da “Arqueologia Experimental” e da “Arte e Arqueologia”: Oficina de talhe, oficina de placas de xisto, oficina de barro e oficina de pintura rupestre. A organização é do Grupo de Amigos do Museu de Portimão e do Museu Municipal de Portimão. Para mais informações e reservas contacte: oficinaeducativa@cm-portimao.pt e amigosdomuseudeportima@gmail.com

A Fortaleza de Sagres, no dia 26 de setembro, pelas 16h00, é palco do espetáculo “O Grande Embrulho” (integrado no Festival Ventania e na programação do 365 Algarve). Este é um espetáculo interativo com uma forte mensagem ecológica ‘embrulhada’ em momentos de humor, surpresa e poesia, que reúne as linguagens de clown, dança, música e manipulação de objetos em torno de um cónico saco de papel. Projeto com Criação e Interpretação de Thorsten Grütjen e Música de Gil Abrantes.

O projeto é do Teatro Experimental de Lagos, apoiado pelo programa 365 Algarve e os bilhetes podem ser adquiridos através da página www.ventania.bol.pt

As Ruínas Romanas de Milreu recebem no sábado, dia 26 de setembro, pelas 17h00, mais uma palestra do ciclo Amatores in Situ – O mundo antigo visto por aqueles que o amam – VI edição, com o tema “Música e ocasiões musicais na cultura romana”, por Fuensanta Garrido Domené (Universidad de Córdoba). Nesta revisita pelo panorama musical romano ficarão explicitadas as influências musicais e culturais recebidas de outras culturas mediterrâneas e procurará fazer-se um catálogo dos instrumentos musicais de maior uso por parte da população de Roma. Estão agendadas mais palestras nos dias 16 e 23 de outubro, 13 de novembro e 4 de dezembro.

A organização é da Cívis - Associação para o Aprofundamento da Cidadania com o apoio da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve.

Para mais informações e reservas contacte: milreu@cultalg.gov.pt ou 962 045 652.

As atividades das JEP deste ano encerram no domingo, dia 27 de setembro, às 18h00, na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, com a representação teatral “Laurinda não foi à Guerra”. Assumindo o valor pedagógico do teatro, esta é uma peça que nos leva a revisitar a espiral da História, sempre em evolução, de forma a tentar ultrapassar antigas fraturas, e ao mesmo tempo, nos prepara para lidar com futuras crises. A autoria e encenação é de António Gambóias e a interpretação está a cargo de Ana Cristina Oliveira, Ana Isabel Baptista, Catarina Silva e Inês Martins. A organização é da Associação Cultural Música XXI.

Para mais informações e reservas contacte: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telefone 282 620140.

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita (à exceção de "O Grande Embrulho"), sendo obrigatória a inscrição prévia.

Consulte o programa

22 de setembro

Rota do Petisco dá descontos nos Monumentos do Algarve

A Direção Regional de Cultural do Algarve e a Teia D’Impulsos, Associação Social, Cultural e Desportiva assinaram um protocolo de colaboração que dá descontos, na entrada dos monumentos afetos à DRCAlg, aos portadores do passaporte da Rota do Petisco, iniciativa que decorre até dia 11 de Outubro, em 13 concelhos e 231 estabelecimentos do Algarve.

Os portadores do Passaporte da Rota do Petisco beneficiam de um desconto de 50%, num bilhete individual, na Fortaleza de Sagres, Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe e Ruínas Romanas de Milreu.

A Rota do Petisco visa a promoção da restauração e do comércio local, a divulgação da gastronomia tradicional do Algarve, bem como a revitalização das localidades aderentes através de animação social e cultural e o enriquecimento da oferta turística da região.

Para informação visite www.rotadopetisco.com

15 de setembro

DiVaM: “Concertos ao Entardecer”continuam

na Fortaleza de Sagres com Marinho

A Fortaleza de Sagres recebe no dia 20 de setembro, mais um “Concerto ao Entardecer”, com MARINHO. O concerto, agendado para as 18h00, realiza-se no âmbito do DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve – programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve, cujo tema desta edição é “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”. Este é um projeto da Arquente Associação Cultural.

Filipa Marinho nasceu em Lisboa e teve, desde cedo, muita exposição a desenhos animados americanos e a filmes de meados dos anos 90, o que resultou numa crescente intimidade com a perspetiva de Hollywood sobre o amor, relações e natureza humana no geral. Como jovem adulta, tenta compreender aquilo que existe entre expectativas romantizadas em demasia e a vida real fora de sitcoms. As suas resoluções surgem na forma de canções indie folk, que ela - Filipa Marinho - escreveu e montou ao longo dos anos. Essas mesmas músicas foram coletadas no seu álbum de estreia, no outono de 2019.

Em março de 2020, lançou o podcast Caça às Bruxas na Antena 3, dando mais destaque a mulheres compositoras.

Dada a situação de pandemia que atravessamos, a programação poderá vir a sofrer alterações em relação ao que está previsto, por essa razão os interessados devem consultar regularmente o nosso site e redes sociais.

A programação do DiVaM 2020 está disponível aqui e nas redes sociais da DRCAlg instagram.com/drculturaalgarve/, twitter.com/CulturaAlgarve e facebook.com/DRCAlg

Todas as atividades culturais do DiVaM são gratuitas, mas de reserva obrigatória. Para mais informações e reservas contacte a Fortaleza de Sagres pelo endereço eletrónico fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou pelo telefone 282 620140.

 

Marinho

https://www.youtube.com/watch?v=l1Juag7Q22U

https://www.youtube.com/watch?v=wUElPYEZ1aA

14 de setembro

DiVaM 2020 prossegue com iniciativas em Milreu, Fortaleza de Sagres

e Ermida de N. ª Sr.ª de Guadalupe

O DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve – prossegue nos dias 11 a 13 de setembro, com iniciativas culturais nas Ruínas Romanas de Milreu, na Fortaleza de Sagres e na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe. “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” é o tema deste ano do programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve e serviu de mote para aos projetos candidatados pelas entidades parceiras.

As Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, acolhem no dia 11 de setembo, pelas 17h00, a primeira sessão da VI edição do projeto “Amatores in Situ – O mundo antigo visto por aqueles que o amam”. A palestra de abertura, a cargo de Leonor Santa Bárbara, Professora Auxiliar na NOVA FCSH, versará sobre “Hospitalidade e suplicantes: alguns exemplos do respeito pelo outro”. Este ciclo é constituído por um conjunto de palestras abertas ao público, em torno do mundo antigo e de tópicos afins. Nelas, especialistas e amadores, que conhecem e apaixonadamente estudam a Antiguidade, encontram-se e partilham as suas indagações e descobertas com a assistência, sublinhando o contributo daquele período histórico para o mundo contemporâneo.

À semelhança da edição de 2019, a atividade será organizada pela CÍVIS - Associação para o Aprofundamento da Cidadania - contando com a colaboração da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve e da APEC – Associação Portuguesa de Estudos Clássicos. A coordenação está mais uma vez a cargo de Ana Isabel Soares e João Pedro Bernardes, docentes da FCHS-UAlg.

Para mais informações e reservas contacte: milreu@cultalg.gov.pt ou 962045652.
 

No dia 12 de setembro, o DiVaM vai estar na Fortaleza de Sagres com o espetáculo “I See You”, agendado para as 18h30. Este é um projeto de circo contemporâneo que aborda temas da sensibilidade humana e igualdade de género, num cruzamento disciplinar entre a expressão acrobática e a psicologia humana. “I See You” é uma peça íntima, onde a profundeza humana se pinta de humor e de imaginação. O espetáculo é dirigido a famílias, público escolar e público em geral, sendo uma investigação baseada na simplicidade e sobriedade cénica, que permite diferentes níveis de leitura. A temática proposta e a linguagem acrobática são de interesse transgeracional, sendo um espetáculo que se adapta a diferentes públicos. Este espetáculo é uma coprodução entre o Teatro Experimental de Lagos, a B-Side company (associação cultural “Les Rumeurs qui Courent” - http://www.cronopis.org/) e a companhia Vaya (http://www.ciavaya.com/pt/index.html). O elenco é internacional, reunindo artistas circenses locais e estrangeiros (Portugal, Itália e França). O projeto tem parceria internacional com o festival Mimages (http://www.mimages.fr/), Valence França e parceria nacional para realizar uma circulação portuguesa, com o apoio do Laboratório de Atividades Criativas Associação Cultural.

Para mais informações e reservas contacte: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou 282 620140

A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, em Vila do Bispo, é o local escolhido para receber, no dia 13 de setembro, os Dias d´As Virgens Negras – III edição -  Ciclo de Artes plásticas e Música Histórica, como início às 14h30. A primeira iniciativa é uma oficina de cânticos e adufe intitulada “Drum Circle: Cânticos da Virgem e da Terra” e pelas 17h00 terá lugar o Concerto “Diálogo interculturas no Mediterrâneo Medieval”, pelo Ensemble Med. Os Dias d´As Virgens Negras, um espetáculo da Associação O Corvo e a Raposa, é uma homenagem artística às Virgens Negras no Mundo, neste caso muito particular à Virgem de Guadalupe, e acontece em dois momentos distintos: uma proposta musical, onde se valoriza o papel da arte, como forma de atingir uma ética humana, subjacente aos direitos estabelecidos pela Declaração dos Direitos do Homem, e uma performance seguida de uma exposição em que se invocam as forças da escuridão, que alteram ou pervertem os valores da natureza, reiterando o seu papel ativo para trazer à tona a luz necessária ao despertar da consciência.

Para mais informações e reservas contacte: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou 282 620140

Dada a situação de pandemia que atravessamos, a programação poderá vir a sofrer alterações em relação ao que está previsto. Por essa razão, os interessados devem consultar regularmente o nosso site e redes sociais.

A programação do DiVaM 2020 está disponível aqui e nas redes sociais da DRCAlg instagram.com/drculturaalgarve/, twitter.com/CulturaAlgarve e facebook.com/DRCAlg

Todas as atividades culturais do DiVaM são de reserva obrigatória.

8 de setembro

DiVaM 2020 com o tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”

A cerimónia de apresentação da 7ª edição do programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve, DiVaM 2020 – Dinamização e Valorização dos Monumentos –, decorreu hoje, dia 5 de setembro, nas Ruínas Romanas de Milreu.

A edição deste ano conta com a parceria de 27 associações culturais da região e dos municípios de Aljezur, Vila do Bispo, Portimão, Albufeira e Faro.

A programação cultural irá decorrer até meados de dezembro, em seis monumentos afetos à DRCALg: as Ruínas Romanas de Milreu, a Fortaleza de Sagres, a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, os Monumentos Megalíticos de Alcalar, o Castelo de Paderne e o Castelo de Aljezur.

Música: de todos e para todos” é o projeto que abriu a programação, no seguimento da cerimónia de apresentação. Performance musical, com instrumentos de sopro e percussão e direção de Albano Neto, cujas peças musicais, de influências de vários pontos do mundo e com um simbolismo associado à questão dos direitos humanos, serão intercaladas com a oralidade dos microcontos de Fernando Guerreiro, num fio condutor demonstrativo da universalidade da música e da importância da palavra, como forma de transmitir uma mensagem. “Música: de todos e para todos” decorre na sequência da celebração do Dia Nacional das Bandas Filarmónicas e é promovido pela ACREMS- Associação Cultural e Recreativa Escola de Música Sambrasense.

“Os efeitos da educação em direitos humanos podem ser dramáticos no despertar das pessoas para o valor e o poder de suas próprias vidas (…)” Daisaku Ikeda,

A temática “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” constitui o denominador comum que abraça a programação de 2020. “Quais as responsabilidades das entidades culturais naquilo que é o pensamento, o debate e a prática, no âmbito da nossa vida em comum, na nossa região e no mundo? Como pode o património e a dinamização desse património ajudar a dar resposta às violações de direitos humanos, que acontecem todos os dias e tão perto de nós?”. Estas foram algumas das questões levantadas, que conduziram à apresentação dos projetos culturais e artísticos, que agora se apresentam, abertos ao público em geral e direcionados para as comunidades locais, estimulando o seu envolvimento e fortalecendo o papel do património no processo de construção e reconstrução social.

É sabido que a situação de pandemia fez adiar a fase de arranque da programação DiVaM, o que levou à sua redução temporal (dos habituais cerca de 9 meses para 3 meses e meio), o que, por outro lado, obrigou a uma calendarização mais intensa de atividades culturais e artísticas, também como consequência da integração de um maior número de projetos culturais apoiados, opção que não foi alheia à situação de fragilidade de muitos agentes culturais da região.

O DiVaM constitui um projeto promotor do valor do património, não apenas como testemunho do passado, da memória e da identidade, mas determinante para que as pessoas que vivem esse património o possam ver com um novo olhar, integrando novas perspetivas e novas narrativas e contribuindo para uma sociedade mais inclusiva. Não será exagero sublinhar que um dos grandes contributos do programa tem sido o de reforçar a ligação afetiva das comunidades ao património que lhes é mais próximo, ao mesmo tempo que proporciona uma real vivência destes espaços patrimoniais.

Oficinas educativas, projetos performativos, musicais e interdisciplinares, palestras, cinema, literatura ou artes visuais, em suma, muitas são as razões para iniciar esta “jornada”, que se inicia no dia 5 de setembro e decorre até meados de dezembro, com uma oferta cultural muito frequente, nos Monumentos do Algarve.

Dada a situação de pandemia que atravessamos, a programação poderá vir a sofrer alterações em relação ao que está previsto e que por isso os interessados deverão consultar regularmente o nosso site e redes sociais.

Consulte o programa e siga-nos redes sociais da DRCAlg instagram.com/drculturaalgarve/, twitter.com/CulturaAlgarve e facebook.com/DRCAlg

Todas as atividades culturais do DiVaM são de reserva obrigatória. Para mais informações e reservas contacte os locais onde decorrem as atividades.

Clique aqui para ver mais fotos

5 de setembro

DiVaM leva "Concertos ao Entardecer" à Fortaleza de Sagres
 

A Fortaleza de Sagres acolhe este domingo, 6 de setembro, pelas 18h00, mais um “Concerto ao Entardecer” com o projeto MONDAY. O concerto decorre no âmbito do DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos 2020 – programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve, que este ano tem como tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”. A produção é da ArQuente Associação Cultural.

 MONDAY é o projeto a solo de Catarina Falcão, uma das metades das bem conhecidas Golden Slumbers. Já conhecemos a sua voz e o seu jeito do projeto que une as irmãs Falcão, que, entretanto, foram ganhando espaço, crescendo em direções diferentes. Separaram-se sem, no entanto, se desunirem, antes construindo percursos paralelos, como é o caso deste MONDAY. A prevalência de uma vontade artística por um som de um certo recolhimento introspetivo, alguma soturnidade sonora evidente, um piscar de olhos a uma típica folk, tudo isto faz parte da marca registada da família Falcão.

O Ciclo designado “Concertos ao Entardecer” teve início em Faro em 2011, na sede da Associação ArQuente – Galeria Arco – e no ano de 2014, graças ao apoio do programa DiVaM – Dinamização e Valorização de Monumentos, estendeu-se à Fortaleza de Sagres.

Uma das finalidades deste projeto é aliar a divulgação de bandas/artistas emergentes, essencialmente no panorama nacional, a uma componente paisagística, arquitetónica, histórica e patrimonial. A intenção passa por proporcionar ao público um conceito abrangente de fruição de diversos objetos artísticos que se interligam e potenciam. Procura-se uma certa transcendência, a busca de um tempo e de um lugar fora desse mesmo tempo ou lugar. Quere-se uma viagem para lá do que se vê e se ouve, mas que valorize simultaneamente o que se vê e o que se ouve, num espaço que se acrescenta a cada nota musical.

No dia 20 de setembro, a Fortaleza de Sagres é novamente o cenário escolhido para mais um “Concerto ao Entardecer” com MARINHO.

Dada a situação de pandemia que atravessamos, a programação poderá vir a sofrer alterações em relação ao que está previsto, por essa razão os interessados devem consultar regularmente o nosso site e redes sociais.

A programação do DiVaM 2020 está disponível, a partir de dia 5 de setembro, aqui e redes nas sociais da DRCAlg instagram.com/drculturaalgarve/twitter.com/CulturaAlgarve e facebook.com/DRCAlg

Todas as atividades culturais do DiVaM são de reserva obrigatória. Para mais informações e reservas contacte: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou 282 620140

MONDAY

https://www.youtube.com/watch?v=bWYXebrBgsY&list=PLsqhoumoWplqee7KrRrnvryCzX_mAGrcU&index=10

https://www.youtube.com/watch?v=6SLVbgNTlj8

2 de setembro