• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Página Inicial Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Prémio Regional Maria Veleda

Em Destaque

Cartão de Natal

Dr.ª Alexandra e Dr. Bento SerraUltimas Jornadas Técnicas 2017 da Direção Regional de Cultura do Algarve

No dia 6 de Dezembro no Auditório da Direção da Economia realizaram-se as últimas Jornadas Técnicas do ano 2017.

Com o intuito de se fazerem análises sectoriais das actividades que se desenvolveram no ano 2017, como técnicos da Direção Regional, ontem foram apresentadas, três atividades inseridas no tema “Dinamização, Ação e Comunicação Cultural”.

– Dr. Bento Serra - Apoio Ação Cultural;

- Dr.ª Raquel Roxo - Programa DiVaM;

- Dr.ª Clarinda Moutinho - Comunicação interna e externa.

Antes das apresentações do desenvolvimento de cada área em 2017 e debate, a Senhora Diretora Regional, fez uma breve apresentação e indicou o teor das próximas Jornadas Técnicas 2018. O ano de 2017 teve também um breve balanço que indicia números muito positivos para a actividade técnica e de dinamização cultural dos serviços e dos monumentos dependentes.

Cada um dos intervenientes pronunciou-se sobre os aspectos positivos e de alguns constrangimentos com que se deparou para a realização dos seus processos, apresentando novas propostas para o ano 2018.

Entre cada apresentação foram debatidas e esclarecidas dúvidas por parte de restante corpo técnico da Direção Regional de Cultura do Algarve.

Marcou-se a próxima Jornada Técnica de 2018, em Fevereiro, sob o tema: “Orçamento, Recursos Humanos e, Funcionamento e Assuntos Jurídicos”, com os seguintes oradores: Dr.ª Lúcia Gomes, Dr.ª Cristina Belo, Dr. José Maurício.

Mendes BotaEntrega do Prémio Maria Veleda 2017, atribuído ao Dr. José Mendes Bota

Cine Teatro Louletano| dia 16 |16.30h

No próximo dia 16 de dezembro, às 16.30 horas tem lugar a cerimónia de entrega da 4ª edição do Prémio “Maria Veleda” 2017 ao Dr. José Mendes Bota, no Cine-Teatro Louletano, em Loulé.


O Prémio Regional «Maria Veleda» é uma iniciativa da Direção Regional de Cultura do Algarve, que se propõe destacar e reconhecer a atividade cultural de personalidades algarvias, protagonistas de intervenções para a igualdade do género, cidadania e não discriminação, preconizada no V Plano Nacional, a decorrer no período 2014-2017, pelo Sistema Integrado de Informação e Conhecimento (SIIC) .


Pioneira na luta pela educação das crianças e pelos direitos das mulheres, pelos ideais de justiça, pela liberdade, pela igualdade e pela democracia, Maria Veleda (1871-1955), pseudónimo de Maria Carolina Frederico Crispim, nasceu em Faro, em 1871, tendo exercido a profissão de professora primária.


A atribuição do Prémio deste ano ao Dr. José Mendes Bota foi deliberado numa reunião no dia 20 de Outubro de 2017, pelos elementos do júri, constituído por Alexandra Rodrigues Gonçalves, Diretora Regional de Cultura do Algarve, que presidiu à reunião, Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional de Cultura do Alentejo, António Branco, Reitor da Universidade do Algarve (UAlg), Idálio Revez, Jornalista do «Público», José Carlos Barros, Arquiteto Paisagista, Lídia Jorge, Escritora, Mirian Tavares, Professora e Investigadora, Natividade Monteiro, Professora e Investigadora e Paulo Cunha, Professor de Música.
Na reunião de avaliação do conjunto das candidaturas recebidas o Júri deliberou distinguir com o Prémio Regional “Maria Veleda” 2017, o Dr. José Mendes Bota, por reconhecer no seu percurso de vida, o excecional trabalho, nacional e internacional, desenvolvido no âmbito da cidadania, da ética, da igualdade de género, na dignificação das mulheres, na igualdade de oportunidades entre homens e mulheres, na defesa dos direitos humanos e na prevenção e criminalização da violência contra as mulheres. Todo o trabalho desenvolvido em diversos cargos no Conselho da Europa, identificam-no com o objectivo do prémio.


A cerimónia de entrega do galardão, com uma dotação de 5.000,00€, e de uma medalha comemorativa, criação e oferta da empresa NOVA CORTIÇA, irá decorrer no Cine-Teatro Louletano, na Avenida José da Costa Mealha, Loulé, no dia 16 de dezembro, pelas 16.30 horas, conta com a presença de várias individualidades.
O evento tem o apoio à produção da Associação Casa da Cultura de Loulé.
Esta cerimónia pública contemplará momentos de poesia e de música.


A Direção Regional de Cultura do Algarve convida todos os que se quiserem associar a esta cerimónia pública podendo, para o efeito, reservar lugar através do contacto telefónico da bilheteira da sala de espetáculos: 289 414 604 ou do correio eletrónico: cinereservas@cm-loule.pt

Convite Prémio Mara Veleda 2017

DeclaraçãoDECLARAÇÃO ANUAL PARA APOIOS FINANCEIROS A ATRIBUIR EM 2018

A DGARTES publica pela 1ª vez uma declaração anual, prevista no  Decreto-Lei n.º 103/2017, de 24 de agosto, que estabelece os programas de apoio a abrir no ano seguinte, e respetivo prazo limite de abertura, antecipando informação essencial às entidades que procuram apoio financeiro para a realização de projetos artísticos profissionais.

Os apoios financeiros previstos atribuir no ano de 2018, visam fomentar a criação, produção e difusão das artes através do incentivo a diversas áreas disciplinares e domínios de atividade; promover a articulação das artes com outras áreas setoriais e valorizar a fruição artística enquanto instrumento de correção de assimetrias territoriais e de desenvolvimento humano, social, económico e cultural.

Podem ser apoiados projetos na área das artes performativas (que incluem o circo contemporâneo e as artes de rua, a dança, a música e o teatro), na área das artes visuais (arquitetura, artes plásticas, design, fotografia e novos media) e área de cruzamentos disciplinares.

Para aceder à legislação, registo de utilizador, avisos de  abertura e materiais de apoio, os interessados podem consultar o Balcão Artes.

/
DECLARAÇÃO ANUAL
Conheça aqui a declaração anual.

dgartes - candidaturas abertas

Concursos ao Programa de Apoio Sustentado

Abriram os concursos para o Programa de Apoio Sustentado 2018-2021, nas modalidades Bienal e Quadrienal, para as seguintes áreas:

- Artes Visuais: arquitetura, artes plásticas, design, fotografia e novos media;
- Cruzamentos Disciplinares;
- Artes Performativas: Dança;
- Artes Performativas: Música.

Amanhã abrem os concursos para:
- Artes Performativas: Teatro
- Artes Performativas: Circo Contemporâneo e Artes de Rua.

Mais informações no Balcão Artes, em

www.dgartes.gov.pt/pt/ebalcao/112

Fundo de Emergência para o Patrimônio Museológico em Situação de RiscoFundo de Emergência para o Patrimônio Museológico em Situação de Risco

Candidaturas até ao dia 31 de Dezembro de 2017

O Fundo de Emergência para o Património Museológico em Situação de Risco destina-se a apoiar “ações de assistência, socorro e proteção ao património museológico de regiões afetadas por inundações, terramotos, incêndios, conflitos bélicos, ameaças humanas e outras situações calamitosas que representam risco ou perigo ao Património Museológico.”

As candidaturas podem ser apresentadas até ao dia 31 de Dezembro de 2017.

Para mais informações 

Logo Diário da RepúblicaApoios financeiros do Estado às artes visuais e performativas

Decreto-Lei n.º 103/2017

Estabelece o regime de atribuição de apoios financeiros do Estado às artes visuais e performativas

 

Route

UMAYYAD Route

MELHORIA DA COESÃO TERRITORIAL MEDITERRÂNICA ATRAVÉS DA CONFIGURAÇÃO DE UM ITINERÁRIO TURÍSTICO-CULTURAL.