• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Página Inicial Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Prémio Regional Maria Veleda Património Cultural Imaterial

Em Destaque

Ciclo de palestras nas Ruínas Romanas de Milreu

AMATORES IN SITU – IV

Na próxima sexta-feira, dia 27 de abril, às 18h, realiza-se nas ruínas romanas de Milreu, a primeira palestra do ciclo «AMATORES IN SITU», intitulada «Receção clássica nos romances de Steven Saylor», proferida por Leonor Santa Bárbara, professora da Universidade NOVA de Lisboa.

Com uma licenciatura em História Antiga, Steven Saylor ficou conhecido pela sua coleção de crimes na antiga Roma Roma sub rosa. O primeiro volume, Sangue romano, tinha por base um discurso de Cícero, em defesa de Sexto Róscio, acusado de ter assassinado o pai. Os restantes volumes centram-se noutras figuras da história de Roma, contemporâneas de Cícero, como Júlio César, Catilina, Pompeio. A figura central, presente em todos eles, é Gordiano, o “descobridor”, um cidadão romano sui generis, observador atento da realidade, que desvenda os crimes que se lhe apresentam.

Não se trata de simples policiais, mas de histórias que descrevem a vida romana com grande acuidade. Nesta palestra pretende-se mostrar até que ponto Steven Saylor é fiel às fontes que consulta.

Ainda que nunca tenha lido estes romances policiais passados na Roma Antiga, vai ter vontade de começar.

Esta iniciativa, que vai na sua 4ª edição, integra-se no DiVaM, e resulta da colaboração entre a Direcção Regional de Cultura do Algarve, a Universidade do Algarve, a Associação Portuguesa de Estudos Clássicos e a CIVIS, e é coordenada pela Professora Doutora Adriana Nogueira, da FCHS/UAlg.

A participação é gratuita, condicionada às vagas existentes e por ordem de chegada.

V Edição do Programa DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos

Tema para 2018 - Património, que futuro?

“Porque este património é de todos e porque sentimos que mais do que vale a pena, não percam as oportunidades de se envolverem, emocionalmente nestes Bons Momentos!”

DiVaM 2018

Cartaz

Em 2017 os Monumentos afetos à Direção Regional da Cultura do Algarve registaram o maior número de visitantes dos últimos 20 anos

Ermida de Guadalupe - visita guiada

O total de visitantes dos Monumentos afetos à Direção Regional da Cultura do Algarve com controle de entradas, que incluem a Fortaleza de Sagres, a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, os Monumentos Megalíticos de Alcalar e as Ruínas Romanas de Milreu, voltou a registar, em 2017, um aumento na ordem dos 19,62%. Foram mais 72.375 visitantes do que em 2016, somando um total de 441.276 entradas.

A Fortaleza de Sagres, que em 2017 completou 20 anos de abertura ao público, assinalou, igualmente, o melhor ano de afluência de visitas, consolidando a sua posição como um dos grandes monumentos nacionais.

Como é natural, nestes espaços patrimoniais, são os estrangeiros quem mais afluem, numa percentagem 82,87% contra 17,13% de nacionais.

Esta tendência foi contrariada nos Monumentos Megalíticos de Alcalar em que o número de nacionais a este lugar (50,90%) supera os estrangeiros (49,10%).

O projeto de dinamização e valorização dos Monumentos – DiVaM –, este ano na sua 4ª edição, tem contribuído, igualmente, para um maior afluxo de entradas nos Monumentos, particularmente, das populações de proximidade e de alunos das escolas, com o aumento de 57,78% de visitas de alunos das escolas, comparativamente a 2016.

Estes valores são gratificantes para todo o corpo técnico da Direção Regional de Cultura do Algarve e para os coordenadores e colaboradores destes espaços, que em conjunto, vêm trabalhando na sua melhoria e valorização, procurando ultrapassar as várias limitações que se têm verificado e encontrando meios de financiar e requalificar os monumentos que incluem candidaturas, mecenato e parcerias com outras entidades.

Conforme mensagem da Senhora Diretora Regional, Prof.ª Doutora Alexandra Gonçalves, na sua comunicação de boas-vindas a este ano, que agora começa, “a gestão e o planeamento das actividades da Direção Regional da Cultura do Algarve continuarão um caminho de empenho e dedicação. Neste compromisso com a missão, a visão e os valores deste organismo, o lema continuará a ser: “Cultura e património no Algarve, valores a reforçar e a democratizar”.

Apoio à ação cultural

Apoio à Ação Cultural 2018

Candidaturas abertas no período compreendido entre 22 de janeiro e 31 de agosto.

Consulta de regulamentos e formulário de candidatura aqui

DECLARAÇÃO ANUAL PARA APOIOS FINANCEIROS A ATRIBUIR EM 2018

Declaração

A DGARTES publica pela 1ª vez uma declaração anual, prevista no  Decreto-Lei n.º 103/2017, de 24 de agosto, que estabelece os programas de apoio a abrir no ano seguinte, e respetivo prazo limite de abertura, antecipando informação essencial às entidades que procuram apoio financeiro para a realização de projetos artísticos profissionais.

Os apoios financeiros previstos atribuir no ano de 2018, visam fomentar a criação, produção e difusão das artes através do incentivo a diversas áreas disciplinares e domínios de atividade; promover a articulação das artes com outras áreas setoriais e valorizar a fruição artística enquanto instrumento de correção de assimetrias territoriais e de desenvolvimento humano, social, económico e cultural.

Podem ser apoiados projetos na área das artes performativas (que incluem o circo contemporâneo e as artes de rua, a dança, a música e o teatro), na área das artes visuais (arquitetura, artes plásticas, design, fotografia e novos media) e área de cruzamentos disciplinares.

Para aceder à legislação, registo de utilizador, avisos de  abertura e materiais de apoio, os interessados podem consultar o Balcão Artes.

/
DECLARAÇÃO ANUAL
Conheça aqui a declaração anual.

Apoios financeiros do Estado às artes visuais e performativas

Logo Diário da República

Decreto-Lei n.º 103/2017

Estabelece o regime de atribuição de apoios financeiros do Estado às artes visuais e performativas

Route

UMAYYAD Route

MELHORIA DA COESÃO TERRITORIAL MEDITERRÂNICA ATRAVÉS DA CONFIGURAÇÃO DE UM ITINERÁRIO TURÍSTICO-CULTURAL.